PUBLICIDADE
cremer cremer
Matérias-primas alternativas

[Atualização] Embrapa apresenta amendoim adaptado ao semiárido


Diário do Nordeste - 17 out 2012 - 11:58 - Última atualização em: 18 out 2012 - 17:22
amendoin embrapa_171012
Mesmo que hoje tenha uma produtividade baixa – cerca de 600 quilos por hectare –, a região do Cariri (CE) tem condições climáticas de produzir amendoim de excelente qualidade. Entretanto, de acordo com Embrapa, ainda é necessário que os produtores adotem técnicas de manejo que contribuam para a elevação da produção. Na manhã de ontem (16), técnicos do órgão apresentaram uma nova variedade da leguminosa aos agricultores da região.

Atualmente, um dos grandes entraves para os agricultores do cariri cearense é a falta de sementes adequadas. Atualmente elas precisam vir de outras regiões, principalmente do Sudeste do País. Os grãos oferecem baixo poder germinativo, levando a frequentes frustrações de safras. Para melhorar a situação regional, o órgão introduziu uma nova variedade do amendoim ainda no fim do ano passado.

O amendoim BRs Pérola Branca foi elaborado por meios convencionais do melhoramento genético, envolvendo apenas cruzamentos de seleção. Possuindo em torno de 51% de óleo bruto nas sementes, a cultivar é destinada a atender ao emergente mercado de óleo de fontes renováveis como a indústria oleoquímica e de biodiesel.

Inovação
Para os técnicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ematerce) e produtores que estão envolvidos no agronegócio do amendoim em nove municípios da região, a Embrapa realizou um dia de campo, onde esclareceu as dúvidas e orientou sobre essa nova variedade. A oleaginosa foi desenvolvida após a Petrobras ter sugerido, ainda em 2005, a inclusão de uma linha de pesquisa voltada para o mercado de óleo. 

A inovação da cultivar BRs Pérola Branca está nas características da planta, que é rasteira e de copa densa. O que facilita também a colheita manual. No Nordeste, grande parte dos produtores plantam materiais de porte ereto, que embora sejam menos produtivos, facilitam a retirada do solo. No momento, a Embrapa dispõe de quatro cultivares que foram testadas no Cariri. Todas elas demonstraram-se adaptáveis à região nos dois regimes de cultivo. A produção local é direcionada para o mercado de consumo in natura, composta pelo amendoim cozido e torrado que é distribuído por meio de feiras livres ou vendido para outros Estados.

Para a pesquisadora da área de melhoramento genético e responsável pelas cultivares de amendoim da Embrapa no Brasil, Roseane Cavalcanti dos Santos, os benefícios da nova variedade são significativos tanto para a indústria como para os produtores. Segundo ela, o amendoim tem capacidade de produção entre 2,5 e três toneladas por hectare. "A variedade é adaptada ao ambiente semiárido e tolerante a doenças de folhagens. Somente a última característica citada possibilita o manejo mais barato na ordem de 15%. Além de poder produzir acima do esperado, desde que sejam seguidas as recomendações especializadas para o manejo da cultivar", afirma.

Hoje, uma das grandes dificuldades para a cultura do amendoim é o custo da produção. Em casos de contratação de mão de obra externa, o gastos podem chegar a até R$ 2 mil. No entanto, na safra, o valor do produto não deixa margens para os prejuízos. Este ano, o amendoim em casca teve preço de R$ 2,30 em média. Para os agricultores, o rendimento bruto chega a ser de R$ 3.500 por hectare.

O calendário de plantio da variedade é durante a estação chuvosa, mas, em regime irrigado, a produtividade duplica. Atualmente, a maioria dos produtores adotam o método de sequeiro.

Além das sementes, a parte aérea da planta pode servir de alimentação para animais ruminantes, nas formas de feno e silagem, quando misturadas a pequenas quantidades de cana de açúcar. Apenas um hectare de amendoim produz, em média, 3.500 quilos de matéria seca de alto valor nutritivo, com aproximadamente 13% a 17% de proteína bruta e 55% de Nutrientes Digestivos Totais (NDT), o que representam a porção energética do alimento.

Atualização 18/10 – 17h: A edição de hoje do telejornal especializado em temas rurais, Globo Rural, apresentou reportagem a respeito dessa mesma iniciativa da Embrapa. Confira a seguir:


Yaçanã Neponucena
Com adaptação BiodieselBR.com