Girassol

Produtores do sul de Minas investem em girassol


G1 - 16 jul 2013 - 18:03 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

A produção de girassol tem se tornado um bom negócio no Sul de Minas. Quando atinge o ponto certo, as sementes são vendidas para a Petrobras, que as usa como matéria-prima na produção de biodiesel. Produtores de Passos (MG) aderiram ao negócio e hoje, já colhem frutos do investimento.

De longe, as flores chamam a atenção na paisagem da zona rural de Passos. Na propriedade do produtor Carlos de Simoni Silveira, o girassol é plantado no período chamado de safrinha, depois da colheita do feijão, soja ou milho, culturas típicas da safra de verão. Há dois anos, Silveira investe na produção do girassol e nos 200 hectares de plantação, ele espera colher 6 mil sacas.

Segundo a Secretaria de Estado de Agricultura, a produção mineira de girassol, na safra 2012/13, deve atingir 9 mil toneladas,  53,2% a mais que no ano passado. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que o Sul de Minas é a região que tem a segunda maior produção do estado, com 23% da área plantada. Só em Passos, no ano passado, a produção foi de 1,2 mil toneladas, 18% do estado.

O girassol é uma planta resistente e de baixo custo se comparado a outras culturas. Este ano Silveira gastou R$ 800 por hectare. Além de ser mais barato, é uma boa opção de rotação de cultura. As raízes profundas da planta trazem para o solo os nutrientes deixados na terra por outras lavouras.

Além de beneficiar o solo, o girassol também tem beneficiado o bolso do produtor. A Petrobras fechou contrato com muitos produtores da região. O girassol que sai do Sul de minas se transforma em biocombustível, como o que sai da propriedade do seu Heraldo Vieira Maia.

"Tem quatro anos que comecei a plantação de girassol e é muito bom, porque a planta é resistente e dá para plantar em um período em que produção de outros tipos de grãos ficava parada", incentiva o produtor.

Veja vídeo sobre o assunto aqui.

Tags: Girassol MG Pbio