Dendê / Palma

Seagro e Embrapa discutem ações para o dendê irrigado


BiodieselBR.com - 27 ago 2012 - 09:31 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
dende cerrado_270812
Representantes da Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário (Seagro) do Tocantins e pesquisadores da Embrapa se reuniram na quinta-feira (23) passada para discutir os resultados preliminares do plantio experimental de dendê irrigado no cerrado.

Os dois órgãos são parceiros no Projeto de Avaliação do Dendezeiro no Tocantins que está sendo desenvolvido no município de Porto Nacional e definiram um plano de ações para a primeira colheita, que acontecerá ainda este ano.

Para o secretário executivo da Seagro, Ruiter Padua, os resultados preliminares apontam uma viabilidade do dendezeiro no cerrado muito acima do esperado. “Já acreditávamos que essa cultura, através da tecnologia irrigada, se adaptaria bem em nosso solo, mas os dados preliminares do plantio mostram um resultado muito melhor do que prevíamos”, afirmou o secretário.

De acordo com o pesquisador da Embrapa Cerrado, Jorge Antonini, na unidade experimental do Distrito Federal está sendo possível colher uma média de 23 toneladas por hectare ao ano, o que representa uma produção de cinco toneladas de óleo por hectare plantado de dendê. Num comparativo com a soja, principal oleaginosa produzida no Tocantins, o dendê pode ser 10 vezes mais produtivo, uma vez que num hectare de soja se produz em média 500 litros de óleo por ano.

Jorge Antonini coordena um projeto nacional de dendezeiro irrigado, proposto pela Embrapa Cerrado, com quatro unidades experimentais no Mato Grosso, Piauí, Tocantins e Distrito Federal. “Estamos com uma expectativa muito boa com relação aos resultados do plantio do dendê no Tocantins, no projeto São João, porque o estado tem condições de solo e clima ainda mais favoráveis ao desenvolvimento dessa cultura que Brasília, onde os resultados já estão sendo bons”, afirmou Atonini.

A pesquisa do cultivo do dendê na unidade experimental no Projeto São João iniciou há seis anos, numa área de um hectare, com 146 pés. O projeto é voltado para a extração do óleo para a fabricação de biodiesel. Uma grande vantagem do dendezeiro é seu ciclo de vida que dura 25 anos, além de ter safra o ano todo.
Tags: Dende