Conferência BiodieselBR 2020

[CBBR 2020] Externalidade positiva


BiodieselBR.com - 01 dez 2020 - 18:25

Não dá para fabricar biodiesel sem acabar também um monte de glicerina nas mãos. Essa é uma verdade incontornável. Aproximadamente 10% de toda a matéria-prima que entra por um lado nas usinas de biodiesel acaba saindo na forma de glicerina pelo outro lado. Isso obrigou as empresas que foram atraídas pelo Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB) a construírem um segundo negócio que corre em paralelo.

Para apontar caminhos que o mercado de glicerina deverá seguir no próximo ano, os organizadores da Conferência BiodieselBR 2020 convidaram o gerente comercial da Cremer, João Artur Manjabosco, que é um dos maiores veteranos no mercado desse coproduto. “Perante o biodiesel, a glicerina é uma externalidade positiva que quase não aparece nas estatísticas”, comenta.

Segundo João Arthur, embora a glicerina represente um mercado de quase 4 milhões de toneladas anuais, “comparada ao biodiesel e à soja” ela é quase um detalhe estatístico. “Ao mesmo tempo, o valor que estamos agregando nessa cadeia é singular”, completa.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR