PUBLICIDADE
Em Foco

Lula lamenta morte de cientista


Agência Estado - 14 set 2011 - 05:50 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:17

Em nota divulgada na tarde de hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ex-primeira-dama Marisa Letícia lamentaram a morte do cientista Expedito José de Sá Parente, inventor do biodiesel. "O pesquisador Expedito José de Sá Parente foi um dos brasileiros mais brilhantes do nosso tempo e deu uma contribuição inestimável ao país", disse o ex-presidente.

Lula destacou também a criatividade e o compromisso social e ambiental do cientista. "Ao inventar o biodiesel, criou uma alternativa menos poluente aos combustíveis fósseis, capaz de promover emprego e desenvolvimento. Conduziu suas pesquisas no Brasil, no seu Ceará, combinando criatividade, conhecimento da flora brasileira e compromisso social e ambiental por um mundo melhor", acrescentou.

O pesquisador morreu hoje ao 70 anos em Fortaleza. Parente teve uma diverticulite (inflamação no intestino grosso) e morreu por complicações após a operação.

Veja nota na íntegra:
O pesquisador Expedito José de Sá Parente foi um dos brasileiros mais brilhantes do nosso tempo e deu uma contribuição inestimável ao país. Ao inventar o biodiesel, criou uma alternativa menos poluente aos combustíveis fósseis, capaz de promover emprego e desenvolvimento. Conduziu suas pesquisas no Brasil, no seu Ceará, combinando criatividade, conhecimento da flora brasileira e compromisso social e ambiental por um mundo melhor. Nesse momento de grande perda, nos solidarizamos com sua família, amigos e alunos.
Luiz Inácio Lula da Silva e Dona Marisa Letícia