Em Foco

Diesel a partir de cana é produzido em Piracicaba


EPTV.com - 09 mai 2011 - 06:10 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:16

Uma tecnologia inédita no mundo, que pode revolucionar o mercado de combustíveis, nasce no Brasil e dá seus primeiros passos em Piracicaba. A produção do diesel a partir da cana já começou na cidade, onde a empresa Amyris, pioneira nesta ideia, se instalou e trabalha no projeto.

A primeira etapa de testes realizados em ônibus do transporte público paulistano durante seis meses mostrou redução de até 40% na emissão de gases poluentes e confirmou que os veículos movidos com a mistura de 10% do diesel de cana e o restante do biodiesel convencional mantém a eficiência do motor.

“Agora que iniciamos a produção em Piracicaba, a ideia é continuar os testes com uma quantidade maior do diesel de cana. Antes, isso não era possível porque não tínhamos volume do produto para manter os testes”, explica Luciana Di Ciero, diretora de assuntos regulatórios e relações institucionais da Amyris.

Luciana explica que o produto é obtido a partir da fermentação da cana por meio de uma levedura (fermento) geneticamente modificada. O xarope da cana passa pela fermentação e chega-se a um hidrocarboneto chamado farmaceno. Conforme a finalização química a que o hidrocarboneto é submetido, é possível produzir o diesel, querosene para aviões e até cosméticos. No caso da aviação, os testes, por enquanto, só são realizados em turbinas, mas não em aeronaves em atividade.

Por enquanto, o combustível produzido em Piracicaba, em uma área dentro da Biomin do Brasil, não pode ser comercializado. A Amyris, que já patenteou a invenção, aguarda a certificação da Agência Nacional de Petróleo (ANP). Quando isso acontecer, a expectativa é que a usina de Piracicaba produza produza cerca de três milhões de litros por ano.

A empresa ainda não revela a que preço o biocombustível deve chegar aos seus clientes. “A meta é chegar ao mercado com um preço competitivo. O valor deve ficar entre o do biodiesel e o petróleo”, afirma Luciana.

Por que Piracicaba?
De acordo com Luciana, a escolha de Piracicaba como a primeira cidade no mundo a sediar uma empresa de produção deste tipo de biocombustível foi por conta da cidade ser “um pólo importante da cana-de-açúcar”.

A empresa diz que a cana utilizada na produção do diesel será toda proveniente da região. A Amyris vai comprar o xarope pronto da planta das usinas para, então, dar início ao processo de obtenção do diesel.

Lana Torres