PUBLICIDADE
cremer
Univaldo Vedana

O que os leilões mostraram


Univaldo Vedana - 25 ago 2008 - 14:57 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:07

Ao analisar as propostas de venda de biodiesel nos dois leilões promovidos pela ANP nos dias 15 e 16 de agosto, as usinas mostraram capacidade de produção superior à demanda. Mesmo com o preço máximo fixado pela ANP abaixo da expectativa dos usineiros o volume ofertado foi significativo.

A quantidade ofertada nos dois leilões foi de 438 milhões de litros, o suficiente para uma mistura B4. O volume vendido de 330 milhões de litros será para atender o consumo brasileiro de B3 para os meses de outubro a dezembro deste ano.

Está aí o indicador para quem decide sobre a garantia de abastecimento visando a antecipação do aumento da mistura obrigatória em mais 1%. Sair do B3 para o B4 a partir de janeiro é mais uma decisão política do que falta de capacidade de produção.

Se depender da vontade das usinas e possivelmente das distribuidoras, o aumento da mistura para B4 poderia vir acompanhado da liberação do mercado.

Univaldo Vedana é analista do setor de biodiesel

Tags: L10 l11