PUBLICIDADE
cremer
Univaldo Vedana

A incoerência no planejamento da Petrobras


Univaldo Vedana - 27 jan 2009 - 14:16 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:08

Considerando que em 2009 não teremos o B4 ou B5, o Brasil deve terminar o ano produzindo cerca de 1,4 bilhão de litros. Embora bastante improvável, é com esses números que a Petrobras trabalha e conforme a empresa informou em seu planejamento estratégico 2009 / 2013, ela pretende produzir 401 milhões de litros de biodiesel até o final do ano.

Se somarmos a capacidade das três usinas, mais as duas unidades experimentais, o volume que a empresa pode produzir não chega nem a metade do planejado.

Sabemos que virá uma unidade ‘premium’ de 300 milhões de litros, mas só para 2010. Então de onde a estatal vai tirar os 200 milhões de litros que faltam?

A Petrobras informou que até 2013 produzirá 535 milhões de litros de biodiesel no Brasil, um número muito próximo dos projetos já anunciados pela empresa. Ou seja, com as três usinas, mais as duas unidades experimentais e a usina ‘premium’ a capacidade de produção da Petrobras chega perto dos 500 milhões de litros por ano.

Agora se a empresa realmente produzir 401 milhões de litros este ano, ela certamente ultrapassará os 535 milhões de litros planejados hoje para 2013.

Onde está o problema? Possivelmente no pessoal que elaborou o plano estratégico. Até agora a estatal não retificou as informações em relação a esses números, mas considerando a bagunça que foi a divulgação desses dados, não vai ser surpresa se eles retificarem essa informação logo mais. Ou alterar sensilvelmente os valores no final do ano.

Univaldo Vedana