Univaldo Vedana

Girassol não vira biodiesel


Univaldo Vedana - 06 dez 2007 - 17:51 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:23

O óleo de girassol bruto com extração a frio, filtrado, vale hoje R$ 2.600,00 a tonelada posto São Paulo, ou até um pouco mais, dependendo do caso. Deduzindo o ICMS e o frete teremos um preço próximo de R$ 2.200,00 a tonelada na origem.

É só fazer algumas contas para mostrar a viabilidade de se vender o óleo bruto em detrimento da produção de biodiesel. O produtor rural que transformar o girassol em óleo e torta vende um quilo de óleo e compra 1,2 litro de diesel, e ainda lhe sobram R$ 11,30 em torta por saco de girassol.

Veja a conta de um saco de 60 quilos de girassol processado:

Extração de óleo a frio por prensagem 30% - 18 quilos de óleo
R$ 39,60
39 quilos de torta - R$ 300,00 a tonelada
R$ 11,70
 
Total: R$ 51,30
Custo de extração por saco
-R$ 5,00
Resultado
R$ 46,30
Renda total com a extração e torta do girassol
R$ 46,30
Valor de mercado do girassol em grãos por saco 60 quilos
-R$ 30,00
Lucro extra do produtor por saco
R$ 16,30

A conta pode ser interessante, mas a escala de produção tanto agrícola como industrial será determinante para viabilizar a agroindústria. O óleo é vendido em lotes de no mínimo a carga de um caminhão-tanque por vez.

Uma agroindústria com esta finalidade só se torna viável com escala industrial, o que só é possível em grandes propriedades ou por meio de integrações, parcerias ou cooperativas. Dessa forma, produtores rurais unem-se para produzir determinadas oleaginosas e montam uma unidade de extração de óleo produzindo subprodutos de maior valor agregado.

Univaldo Vedana 
é analista do setor de biodiesel e responsável pela primeira fábrica de biodiesel do país abrangendo todo o processo de produção.