Biodiesel

Projetos de biocombustíveis não afetarão produção alimentar em Moçambique


Macauhub - 19 ago 2008 - 05:36 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:07

O ministro da Agricultura de Moçambique, Soares Nhaca, reafirmou sexta-feira na Beira que o governo a que pertence apenas aprovará projectos de biocombustíveis desde que não entrem em conflito com a produção de alimentos.

Citado pelo jornal Diário de Moçambique, o ministro, que na sexta-feira participou num seminário sobre biocombustíveis, disse que o governo está empenhado em efectuar estudos de viabilidade para a produção de biocombustíveis a partir de algumas plantas mas garantiu que a produção de alimentos não será sacrificada.

"Qualquer projecto para a produção de biocombustíveis que possa ser aprovado em Moçambique não prejudicará nunca a produção de alimentos", disse o ministro, para acrescentar que alguns produtos como o milho não serão aprovados para a produção de biocombustíveis.

Os dois maiores projectos de produção de biocombusíveis já aprovados em Moçambique, nas províncias de Manica e de Gaza, utilizam a cana-de-açúcar para a produção de etanol.