PUBLICIDADE
cremer cremer
Negócio

Preços do petróleo sobem mais de 3% com conversas sobre novas sanções à Rússia


Reuters - 05 abr 2022 - 09:50

Os preços do petróleo subiram mais de 3% nesta segunda-feira (04), com investidores preocupados com a oferta mais apertada, já que o número crescente de mortes de civis na Ucrânia aumentou a pressão sobre os países europeus para impor sanções ao setor de energia da Rússia.

O petróleo Brent subiu US$ 3,14, ou 3%, para fechar a US$ 107,53 o barril. O petróleo dos EUA avançou US$ 4,01, ou 4%, para fechar a US$ 103,28 o barril. A negociação foi volátil com ambos os contratos subindo após recuo de mais de US$ 1.

O chanceler alemão, Olaf Scholz, disse que o presidente russo Vladimir Putin e seus apoiadores "sentirão as consequências" dos eventos em Bucha, nos arredores da capital Kiev, onde uma vala comum e corpos amarrados baleados foram encontrados.

Os aliados ocidentais devem concordar com novas sanções contra Moscou nos próximos dias, disse ele, embora o momento e o alcance do novo pacote não estejam claros.

"À medida que os EUA e a UE reduzem as compras de petróleo russo, isso deixa a China e a Índia como os principais clientes restantes e muitas das refinarias nesses países podem estar relutantes em comprar petróleo russo com as relações públicas negativas associadas", disse Andrew Lipow, presidente da Lipow Oil Associates em Houston.