Bio

Casa Civil reúne-se com representantes da agricultura familiar


BiodieselBR.com - 10 mai 2011 - 06:57 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:16

Identificar os gargalos e quais medidas precisam ser tomar para ampliar e qualificar o programa de biodiesel brasileiro. Este foi o propósito da reunião entre representantes da agricultura familiar e os membros da Comissão Executiva Interministerial do Biodiesel (CEIB). A quarta audiência do ano, promovida pela comissão tem o objetivo de discutir propostas para alteração do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB). A atividade aconteceu na segunda-feira (9), no Palácio do Planalto, em Brasília (DF).

O coordenador de Biocombustíveis do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Marco Antonio Viana Leite, reafirmou durante a audiência que a meta do Programa é a inclusão social, produtiva e econômica dos agricultores familiares.

Rodrigo Augusto Rodrigues, coordenador da CEIB, ressalta que a intenção desse ciclo de audiências é ampliar o processo de inserção da agricultura familiar na cadeia do biodiesel, gerando renda e estimulando o desenvolvimento e implantação do PNPB em áreas menos desenvolvidas do país, como as regiões Nordeste e Norte.

Dentre os pontos levantados pelo setor da agricultura familiar, foi citado a importância da diversificação nas propriedades rurais como garantia de complementação de renda das famílias, o avanço nas pesquisas agrícola em sistemas de produção que beneficie os agricultores e ampliação dos serviços de assistência técnica.

Criada em 2004, a Comissão Executiva Interministerial do Biodiesel (CEIB) é coordenada pela Casa Civil da Presidência da República (PR). Nesta audiência, estiveram presentes representantes do poder executivo, da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura (Contag), da Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (Fetraf), entre outros.

Com informações do MDA