Bio

ADM apresenta projeto de dendê ao governador do Pará


BiodieselBR.com - 23 ago 2011 - 06:02 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:17

Representantes da multinacional americana Archer Daniels Midland (ADM), considerada uma das grandes processadoras de grãos do mundo, apresentaram ao governador do Pará Simão Jatene, na noite desta segunda-feira (22), o projeto de produção de palma e biodiesel sustentável, a ser implantado nos municípios de São Domingos do Capim e Mãe do Rio, ambos no nordeste paraense, nos próximos anos. Em parceria com o governo do Estado, mais de 600 famílias serão incluídas no sistema de agricultura familiar. O secretário Especial de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção, Sidney Rosa, e o titular da Secretaria de Agricultura do Pará, Hildegardo Nunes, acompanharam a reunião.

A produção de palma e biodiesel sustentáveis fará parte do Programa da ADM de Selo de Combustível Social, que fornece incentivos aos produtores de biodiesel para adquirir matéria prima de pequenos agricultores. “Serão 12 mil hectares de plantação de palma. Já demos início ao projeto com as primeiras mudas. O governador nos ressaltou a importância de trabalhar no desenvolvimento dos municípios. Dessa área, cerca de 6 mil hectares serão ocupados por famílias de agricultores”, explicou o presidente da multinacional na América Latina, Domingo Lastra, durante a reunião no Comando Geral da Polícia Militar.

A parceria do governo do Estado com a multinacional deverá ocorrer em duas etapas. “No primeiro momento vamos trabalhar juntos na inclusão dessas famílias. Depois de disponibilizar os 12 mil hectares a ADM implantará uma indústria, para processamento do óleo bruto. O governador quer que depois dessa primeira etapa nós tivéssemos também da empresa a verticalização dos recursos, tanto alimentícios quanto de biodiesel. Nós queremos fazer com que esse projeto da região do Rio Capim seja um projeto de base do nosso Programa de Municípios Verdes”, informou Sidney Rosa.

De acordo com Hildegardo Nunes, a construção da fábrica de processamento, que ficará perto de São Domingos do Capim, começará em 2013, com expectativa para o início das operações em 2016. “Eles nos informaram que cerca de 300 famílias já estão cadastradas. Até 2012, serão 3 mil hectares ocupados. Outras 300 famílias também ocuparão mais 3 mil hectares”, informou o titular da Sagri.

adm-dende.jpg

Amanda Engelke - Secom

Tags: Adm Dende Palma