PUBLICIDADE
Informações

Vanguarda tem prejuízo de R$119 mi no 4º tri


BiodieselBR.com - 02 abr 2012 - 09:14
vanguarda020412
A Vanguarda Agro publicou na última sexta-feira os resultados obtidos no quarto trimestre (T4) de 2011. Durante o ano passado, a empresa deu uma verdadeira guinada deixando de ser exclusivamente uma fabricante de biodiesel para se tornar uma empresa com foco na produção de grãos e fibras. A mudança foi tão extensa que, em outubro, a companhia deixou de se chamar Brasil Ecodiesel. 

O prejuízo líquido foi de 118,96 milhões de reais no último trimestre de 2011, contra um prejuízo consolidado de 43,8 milhões de reais no mesmo período de 2010.

O biodiesel ainda é a maior fonte de receita da empresa com R$ 136,5 milhões no T4 e R$ 567,6 no ano. As vendas de biodiesel no trimestre foram de 46,8 milhões de litros pouco mais que o dobro do apurado no mesmo período de 2010. No acumulado de 2011, as vendas fecharam em 176,7 milhões de litros, 6,9% a mais. Mesmo assim, é preciso ressaltar que essa atividade continua perdendo dinheiro. No T4, a V-Agro teve R$ 13,2 milhões de prejuízo com o biodiesel – as perdas sobem para R$ 31,2 milhões no ano todo. O mau resultado pode ser compensado pela área agrícola que lucrou R$ 74,7 milhões no T4 e R$ 91,4 no ano.

O segmento agrícola registrou lucro líquido de 5,8 milhões de reais no quarto trimestre, "com margem líquida de 9,2 por cento, já influenciado pelas medidas adotadas após a incorporação da VanPar priorizando a integração das atividades agrícolas e implementação da política de redução de risco de plantio".

"Como pode ser analisado, o resultado apresentado no quarto trimestre de 2011 reforça a mudança do modelo de negócios da companhia priorizando a produção de grãos/fibras, um setor que apresenta maior rentabilidade e geração de valor", disse a empresa em nota.

No quarto trimestre, o Ebitda (indicador da geração de caixa) consolidado da companhia foi de 61,4 milhões de reais, sendo composto 74,8 milhões de reais do segmento agrícola e de Ebitda negativo de 13 milhões da área de biodiesel.

Em 2011, a empresa apresentou um prejuízo líquido de 187,2 milhões de reais, ante prejuízo de 22,9 milhões de reais em 2010.

A dívida bruta da Vanguarda Agro no final de 2011 era de 602,8 milhões de reais, sendo 506,9 milhões de reais no curto prazo e 95,9 milhões de reais no longo prazo, segundo a empresa, que disse também que do total da dívida bruta, 45 por cento estava indexados em moeda estrangeira.

A companhia não atingiu índices mínimos de covenants (cláusulas contratuais restritivas de índices financeiros), segundo comunicado, que acrescentou ainda que as negociações "com os bancos estão em andamento e evoluindo conforme o esperado".

"Após a obtenção dos waivers (concordância dos bancos) e restabelecimento das condições habituais dos contratos, 54 por cento da dívida bruta será classificada no curto prazo e 46 por cento no longo prazo".

Por volta das 11h04, as ações da companhia subiam 2,38 por cento, a 0,43 real, enquanto o Ibovespa subia 0,32 por cento.

Com informações da Reuters