Informações

Setor de biodiesel quer financiamento do BNDES


BiodieselBR.com - 05 jun 2019 - 16:49

Apesar de alguma turbulência inicial relacionada à chegada do B11, o setor de biodiesel está para entrar numa nova fase de expansão acelerada. Para tanto, as entidades representativas da indústria esperam convencer o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a financiar de forma ativa a expansão da capacidade produtiva no país, como aconteceu durante o começo do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB).

Com o objetivo de iniciar uma conversa nesse sentido, nessa terça-feira (04) representantes das três principais entidades do setor – Abiove, Aprobio e Ubrabio – e da Frente Parlamentar Mista do Biodiesel (FrenteBio) se reuniram com executivos do banco público de fomento.

“[Na reunião] deixamos claro o sentimento do setor da necessidade do BNDES voltar a ter um relacionamento efetivo, com linhas de acesso ao setor de biodiesel”, explicou o presidente da FrenteBio, deputado federal Jerônimo Goergen, num vídeo postado na Internet.

B15

Editada em novembro passado pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), a Resolução 16/2018 estipula que a mistura obrigatória de biodiesel deverá avançar para 15% até 2023. Isso deverá representar um aumento de pelo menos 50% sobre a atual produção de biodiesel – sem considerar a expansão no consumo de diesel ou os efeitos da Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio).

Para fazer frente aos investimentos que serão necessários para viabilizar essa expansão, o setor quer acesso facilitado aos fundos geridos pelo banco.

“Foi uma reunião importante. O início de conversa. Ficamos agendados de seguir conversando e construindo mecanismos e linhas que atendam a demanda do setor de biodiesel”, resume Jerônimo.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com