PUBLICIDADE
cremer cremer
RenovaBio

Nova certificação reduz geração de CBios da BSBios de Marialva


BiodieselBR.com - 29 jun 2022 - 09:11

A usina de biodiesel da BSBios em Marialva (PR) está se preparando para renovar sua certificação para o RenovaBio. O novo certificado entrou hoje (28) em processo de consulta pública no website da Green Domus e vai substituir a certificação da usina emitida em novembro de 2019. O material deve continuar disponível até o dia 28 de julho.

Ao contrário do que normalmente acontece, contudo, a nova certificação vai reduzir a capacidade de oferta de Créditos de Descarbonização (CBios) da usina. Considerando os números apresentados, a planta poderá emitir até 491,9 mil CBios por ano – são 5.700 mil unidades a menos do que o teto atual.

{viewonly=registered,special}A usina de biodiesel da BSBios em Marialva (PR) está se preparando para renovar sua certificação para o RenovaBio. O novo certificado entrou hoje (28) em processo de consulta pública no website da Green Domus e vai substituir a certificação da usina emitida em novembro de 2019. O material deve continuar disponível até o dia 28 de julho.

Ao contrário do que normalmente acontece, contudo, a nova certificação vai reduzir a capacidade de oferta de Créditos de Descarbonização (CBios) da usina. Considerando os números apresentados, a planta poderá emitir até 491,9 mil CBios por ano – são 5.700 mil unidades a menos do que o teto atual.

Pelo preço médio da última semana, esse número de CBios vale aproximadamente R$ 990,5 mil. De qualquer forma, a BSBios de Marialva poderá emitir títulos com um valor de mercado total beirando os R$ 85,5 milhões.

Menores

O novo certificado traz números ligeiramente desfavoráveis para a BSBios tanto na Nota de Eficiência Energético-Ambiental (NEEA) que foi de 81 para 80,5 gCO2eq/MJ. A nova nota vai permitir que a usina paranaense gere um CBio para cada 374,5 litros de biodiesel fabricados 2,1 litros a mais do que antes.

A fração da produção da usina que poderá ser contabilizada para a emissão também caiu de 39,6% para 39,3%.

A atual certificação da BSBios de Marialva está para vencer no próximo dia 13 de novembro.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com