Cidades

Rio+20: Dilma critica energia solar e defende as hidrelétricas


Folha de S. Paulo - 05 abr 2012 - 09:07 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
energia-solar050412
Com um discurso desenvolvimentista e críticas às energias alternativas, a presidente Dilma Rousseff afirmou ontem que não há espaço para discutir "fantasia" na conferência de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas, Rio + 20.

Ao reunir pela primeira vez em seu mandato o Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas, que ela preside, Dilma fez uma defesa da produção de energia hidrelétrica.

Em resposta a críticas de ONGs, afirmou que não se pode acreditar que o desenvolvimento ocorrerá apenas com energias eólica e solar.

A presidente ainda brincou, dizendo que não é possível "estocar vento". Dilma, disse que faltam reservatórios nas hidrelétricas brasileiras, o que pode ser compensado pelas usinas eólicas. Dilma disse que a Rio + 20 terá que propor um novo "paradigma" para o mundo. 
Tags: Rio+20