Soja

Exportação de soja perde ímpeto, mas continua alta em julho


BiodieselBR.com - 12 ago 2020 - 16:58

Mesmo que esteja com seu mercado interno flertando com o desabastecimento, o Brasil continua exportando muita soja. Segundo os dados do Ministério da Economia outras 10,4 milhões de toneladas do grão saíram pelos portos do país ao longo do mês de julho. Já é o quinto mês seguido em que os embarques permanecem acima na casa da dezena de toneladas – o período mais longo num histórico que foi iniciado em 1997. É um mês a mais do que em 2018, ano que detém o recorde de exportações.

A China foi a responsável pela compra de 75,8% dessa soja toda com 7,86 milhões de toneladas. Embora o volume dos embarques com destino à China venha caindo desde abril quando passaram das 10,7 milhões de toneladas. O peso do mercado chinês, no entanto, aumentou. Antes de julho a maior fatia das exportações brasileiras que teve a China como destino tinha sido em março, com 74,8% dos embarques.

Faltando ainda cinco meses para fechar o ano, 2020 já é o terceiro melhor ano para as exportações da sojicultura brasileira. De janeiro até julho, saíram do país um pouco mais de 69,7 milhões de toneladas batendo as 68,1 que foram registradas ao longo de 2017 inteirinho.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR