Soja

Brasil aumenta importação de soja Paraguaia


Agrolink - 27 jul 2020 - 13:05

As exportações de soja paraguaia para o Brasil aumentaram 370% durante o primeiro semestre de 2020, de acordo com informações do AgriCensus, citando o baixo nível de água que complica as rotas tradicionais de exportação como o principal motivo. Os últimos dados divulgados pelo banco central paraguaio também mostraram que a forte demanda doméstica brasileira foi um fator do grande aumento nas exportações.

No período de janeiro a junho, o Brasil adquiriu 379.100 toneladas de soja do Paraguai, um aumento considerável em comparação com as 80.600 toneladas exportadas no mesmo período em 2019. O Paraguai exportou um total de 3,96 milhões de toneladas de soja nos primeiros seis meses de 2020, 8,5% a mais do que no mesmo período de 2019.

“Embora o Brasil tenha tido uma campanha recorde de soja, quase toda a soja é exportada para a China. É por isso que o Brasil aumentou as compras do Paraguai para consumo interno", disse Daniel Hidalgo, chefe do departamento de comércio exterior do banco central paraguaio, ao AgriCensus. “O Brasil continuará comprando nossa soja. Espera-se que esse crescimento continue no segundo semestre, mas nosso segundo principal destino de exportação é a Rússia ", afirmou Hidalgo.

“As exportações para a Argentina, maior importador de soja do Paraguai, atingiram 3,1 milhões de toneladas, 18,7% a mais que no ano anterior. Segundo Hidalgo, as exportações de soja para todo o ano de 2020 cresceriam 25% em relação aos 4,9 milhões de toneladas exportadas em 2019. As exportações de óleo de soja totalizaram 253.100 toneladas no período de janeiro a junho”, conclui ele.

Leonardo Gottems – Agrolink