Mamona

[Vídeo] Embrapa investe na retomada da mamona em Rondônia


G1 - 10 ago 2012 - 09:43
mamona rondonia_100812
A chamada era de ouro do cultivo de mamona no Sul de Rondônia e Norte de Mato Grosso pode estar prestes a renascer. Pelo menos, essa é a aposta das pesquisas realizadas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em Vilhena, RO, nos últimos meses.

O cultivo teve seu auge nos anos 1980 quando os municípios de Campos de Júlio e Comodoro, em Mato Grosso, e Vilhena foram considerados os três maiores produtores do país. Porém, no final da década seguinte a falta de investimentos do governo e a queda nos preços devido à grande oferta decretaram, praticamente, o fim da atividade na região.

De alto valor oleaginoso a mamona é responsável pela produção do um óleo nobre, que, diferente da soja, pode ser empregado em diversos segmentos, conforme explicou o pesquisador da Embrapa Vilhena, Vicente Godinho.

“É um desperdício utilizar o óleo nobre da mamona apenas para a produção de biodiesel, quando ele é eficiente como fertilizante para nematoides da soja, milho, algodão e café, e como matéria-prima de componentes industriais automobilísticos”. De acordo com Vicente há uma grande procura do óleo de mamona como principal item de anticongelamento de combustível de aviões.

No campo experimental da Embrapa em Vilhena, a mamona é plantada em duas variedades geneticamente modificadas para facilitar a colheita de forma mecanizada, bem como aumentar a produção por planta. “Temos as de tamanho convencional, que chegam até a cinco metros de altura, para colheita manual e as de tamanho menor, com pouco mais de um metro ideal para a colheita com máquinas”, disse Godinho.

Fonte alternativa
Segundo o pesquisador, os experimentos com as plantas de tamanho reduzido estão sendo feitos para motivar os produtores a investirem no segmento como fonte alternativa de renda.

“Ela é uma cultura que não compete com a soja, já que é plantada em época diferente. Consome pouca água e se adéqua principalmente no clima do Cerrado da qual Vilhena está inserida”.

O programa de melhoramento da planta em Vilhena é uma extensão do projeto original criado no estado da Paraíba.



Flávio Godoi