Em Foco

Publicado zoneamento de dendê em cinco estados


MAPA - 23 mar 2011 - 06:54 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:16

O zoneamento agrícola para orientar o plantio de palma de óleo (dendê) foi publicado no Diário Oficial da União, nesta segunda-feira, 21 de março. O estudo aponta municípios com as condições mais propícias para a cultura na Bahia, no Pará, em Roraima, no Acre e em Rondônia.

Os elementos climáticos que mais afetam a produção do dendezeiro são a temperatura do ar, a insolação e as chuvas. A seca, associada a baixas temperaturas, e a má distribuição das chuvas são prejudiciais ao desenvolvimento e à produtividade da cultura.

Para evitar perdas, o zoneamento identifica os municípios aptos e os períodos de plantio para o cultivo em condições de baixo risco climático. Segundo o estudo do Ministério da Agricultura, a temperatura média anual ideal para o cultivo do dendezeiro varia entre 25ºC e 28ºC.

A palma de óleo é cultivada no Brasil desde o século XVII. As espécies utilizadas hoje no país são a Elaeis guineensis Jecq, de origem africana, e a Elaeis oleifera (kunth) Cartés, de origem americana, conhecida como dendê da Bahia, além de híbridos dessas espécies.

Saiba mais
O zoneamento agrícola de risco climático, instituído em 1996, orienta os agricultores, agentes financeiros e seguradoras sobre a melhor época de plantio e a tecnologia a ser adotada na condução das lavouras. O objetivo é evitar que eventuais adversidades climáticas atinjam as lavouras nas fases mais sensíveis.

Confira as orientações do estudo nas Portarias nº 82 a 86 .

Ana Rita Gondim