Negócio

Replan aumenta produção em março, mas refino de petróleo fica 9,6% abaixo do registrado em 2018


G1 - 02 mai 2019 - 08:58

A Refinaria de Paulínia (Replan) aferiu em março o melhor desempenho no ano, com 1.619.448 de metros cúbicos de petróleo refinado. A produção, no entanto, representa um volume 9,69% abaixo do verificado no mesmo período de 2018, quando a planta, a maior da Petrobras, processou 1.793.358m³. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Liberada para operar com 100% da capacidade desde 25 de janeiro, após mais de cinco meses com unidades interditadas por causa de uma explosão seguida de incêndio ocorrida em agosto de 2018, a Replan vem aumentando gradualmente o refino de petróleo em 2019.

 

 

Derivados

Responsável por 21% de todo o refino de petróleo do Brasil, a Replan produz gasolina, diesel, querosene de aviação, gás liquefeito de petróleo (GLP), óleo combustíveis, asfalto e outros derivados.

O balanço da ANP mostra que a produção de alguns deles pela refinaria de Paulínia aumentou em março na comparação com o mesmo mês de 2018.

20190502 ProducaoReplan TABELA

Os derivados de petróleo produzidos pela Replan atendem os seguintes mercados:

Interior de São Paulo
Sul de Minas
Triângulo Mineiro
Mato Grosso
Mato Grosso do Sul
Rondônia
Acre
Goiás
Brasília (DF)
Tocantins