Bio

Aguilera deixa presidência da Brasil Ecodiesel


BiodieselBR.com - 22 set 2011 - 08:35 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:17

O diretor presidente da Brasil Ecodiesel, José Carlos Aguilera, deixou a empresa. O anúncio oficial foi feito hoje através de um comunicado emitido pelo departamento de Relações com Investidores da companhia.

A notícia não chega a ser surpresa. Aguilera é um executivo especializado em socorrer empresas que se encontram em apuros financeiros e pilotá-las ao longo de processos de reestruturação. Desde o começo, portanto, já se esperava que a permanência de Aguilera à frente da Brasil Ecodiesel fosse temporária.

O que torna a situação pouco típica é que essa é a segunda ocasião em que isso acontece. Da primeira vez, Aguilera assumiu a presidência da Brasil Ecodiesel em maio de 2008 com a missão explícita de ajudar a superar o mau momento que vivia depois de ter feito uma sequência de negócios desastrosos após o 6º e 7º Leilões de Biodiesel da ANP, realizados em novembro de 2007.

Essa primeira gestão foi encerrada em agosto de 2009 quando a presidência passou às mãos de Mauro Cerchiari, executivo escolhido pelo Fundo Neo Biodiesel que reunia os principais credores da empresa.

A surpresa aconteceu quando Aguilera retornou ao antigo posto em outubro passado. Durante seu novo mandato, a Brasil Ecodiesel incorporou a Maeda e – depois de uma intensa disputa interna entre seus acionistas – a Vanguarda.

Esse movimento revolucionou o perfil da Brasil Ecodiesel cujo faturamento deixou de depender apenas do mercado biodiesel para se tornar uma empresa mais diversificada, com presença relevante também nos segmentos de alimentos e de algodão. A expectativa é que a “nova” companhia tenha um faturamento de R$ 1,6 bilhão em 2012, confirmando-se como um dos grandes players do segmento agroindustrial do País.

Em email de despedida, Aguilera afirmou ter certeza que a empresa tem um futuro muito promissor pela frente porque, segundo ele, tem "pessoas, estratégias e processos que garantem esta previsão”. O plano agora é retomar a carreira como reestruturador de negócios à frente da JC Aguilera & Associados.

Aguilera foi substituído por Bento Moreira Franco que tem mais de 13 anos de experiência em finança corporativa. Ele é sócio da Arion Capital e atuou como presidente da Maeda e da Vanguarda antes dessas duas companhias serem incorporadas pela Brasil Ecodiesel.

A empresa ainda convocou uma Assembleia Geral Extraordinária onde pretende alterar o nome de Brasil Ecodiesel para Vanguarda Agro S.A.

Fábio Rodrigues - BiodieselBR.com

Tags: Ecodiesel