Notícias

Após aumento no refino, Replan bate recorde na produção de diesel S-10


G1 - 14 out 2020 - 09:17

Depois de registrar o maior volume de refino de petróleo para um mês desde 2015, a Refinaria de Paulínia (Replan), maior unidade de processamento da Petrobras, aferiu em setembro novo recorde de produção do diesel S-10.

De acordo com a companhia, foram produzidos 381 milhões de litros do combustível no mês (381.671 m³), superando os 350 milhões de litros de julho deste ano, melhor marca até então.

"Também em setembro, a companhia atingiu o recorde de vendas do S-10, quando foram comercializados 1,91 milhão m³. Somente a Replan foi responsável por vender 343.355 m³, alcançando outro recorde se comparado aos 311.598 m³ referentes ao último mês agosto", informa, em nota, a Petrobras.

'Direcionamento de mercado'

Segundo a Petrobras, esse aumento de produção do diesel S-10 "reflete o direcionamento do mercado" em substituição ao diesel S-500.

"O crescimento da produção do Diesel S-10 nos últimos anos ocorre em função de maior demanda pelo produto no Brasil, que acompanha a evolução dos motores de veículos pesados e utilitários movidos a diesel, responsáveis pela maior parte da circulação de mercadorias no território nacional", destaca, em nota, a Petrobras.

O diesel S-10 é um derivado de petróleo com menor teor de enxofre, e foi lançado como substituição ao S-500, utilizado apenas por veículos fabricados até 2011.

Maior da Petrobras

A Replan é a maior refinaria da Petrobras, com capacidade de processar 69 mil m³ (milhões de litros) de petróleo por dia. Em Paulínia (SP) são produzidos derivados como gasolina, diesel, querosene de aviação, gás liquefeito de petróleo (GLP), óleo combustível, asfalto e bunker, entre outros.

Os produtos produzidos na Replan atendem os seguintes mercados:
– Interior de São Paulo;
– Sul de Minas;
– Triângulo Mineiro;
– Mato Grosso;
– Mato Grosso do Sul;
– Rondônia;
– Acre;
– Goiás;
– Brasília (DF);
– Tocantins;