Ter21102014

    Lembrar | Esqueceu a senha? Não é assinante? Assine já!
Back Biodiesel Análises de mercado: 2006-2009 [Análise] A viscosidade da mamona

[Análise] A viscosidade da mamona


Análise Semanal 11.ago.08

O papel da mamona
Nos últimos dias a imprensa brasileira de modo geral deu ênfase ao problema da mamona para biodiesel. No entanto foram poucos os veículos que abordaram a questão de maneira abrangente.

Nos primeiros estudos das especificações do biodiesel feitos pela ANP, a agência limitou a viscosidade ao máximo de 5,5. Logo em seguida a Agência alterou esse item para “anotar”, com o intuito de estudar melhor esse parâmetro. Em março deste ano a ANP voltou a impor limites na especificação, fixando entre três e seis a viscosidade do biodiesel.

Uma coisa é fazer biodiesel utilizando 100% do óleo de mamona. Outra é produzir com óleo de soja e óleo de mamona numa proporção de 80% e 20%. O biocombustível resultante dessa proporção se enquadra perfeitamente nas novas especificações.

Embora as notícias sobre o óleo de mamona tenham causado surpresa à opinião pública e produtores rurais, todos os produtores de biodiesel sabiam, há muito tempo, que o óleo de mamona puro transformado em biodiesel não atingia a qualidade necessária. Os industriais de biodiesel sabiam também que era anti-econômico transformar óleo de mamona em biodiesel quando a indústria rícinoquímica paga mais por ele in natura.

Se verificarmos todos os projetos de biodiesel pensados lá atrás, após o lançamento do PNPB, constataremos que os mais otimistas em relação a cultura previam a utilização da mamona em um percentual máximo de apenas 30%.

Mesmo agora com a consolidação do programa, a mamona não chega a representar 1% da matéria-prima utilizada. São vários os motivos dessa participação insignificante e nenhum está ligado a viscosidade do óleo.

Apesar do resultado desastroso provocado pelo início do PNPB aos produtores de mamona, quando o preço da saca de mamona chegou valores degradantes para o produtor, agora, com as usinas estabelecidas, os produtores ganharam uma nova opção para sua produção. Mas a indústria ricinoquímica continua comandando as compras pagando melhor pelo óleo.

Mas a produção de mamona no Brasil ainda é muito pequena. A intenção do governo no lançamento do programa era resgatar a agricultura familiar do marasmo produtivo que se encontrava dando uma oportunidade, principalmente no Nordeste. A intenção era boa, mas sobrou discurso e faltaram ações concretas tanto na produção como na organização dos pequenos agricultores.


Cotações da soja
Nessa primeira semana de agosto as cotações do óleo de soja na bolsa de Chicago recuaram bastante. Dos 58 centavos de dólar por libra peso no final de julho, recuaram para menos de 51 centavos no dia 08/08. Isso representa menos de R$ 1.900,00 por tonelada.

Essa baixa pode impactar no preço de referência nos leilões de biodiesel, já que a soja continua sendo a matéria-prima principal da produção de biodiesel. Contudo a ANP deve considerar que o biodiesel será entregue apenas no último trimestre, período onde o preço do óleo de soja dentro do Brasil é mais alto que o preço da bolsa de Chicago.

Com essa queda no preço do óleo de soja fica mais difícil de saber quanto irá subir o preço de referência nos leilões. Entretanto a expectativa continua sendo de um preço maior que dos leilões anteriores.


Conferência em Curitiba
Quer conhecer uma usina de biodiesel? Ou fazer uma visita a um moderno laboratório? Então participe do evento em Curitiba no dia 29 de agosto.

Saiba mais...


As mais lidas da semana

1 Petróleo de algas promete combustível do futuro

2 Usina de biodiesel perde registro da Receita Federal

3 Sonho da "revolução" do biodiesel de mamona chega ao fim no Piauí

4 Empresas garantem compra da mamona

5 Usina de biodiesel substitui mamona por óleo de soja

6 Gevo, dos EUA, cria biocombustível mais potente

7 Copel define modelo da usina de biodiesel que vai atender aos pequenos agricultores

8 Escola ensina a produzir biodiesel na propriedade

9 Congresso de mamona

10 Participação da Petrobras em leilões é incerta



Quem leu esta notícia também se interessou:


Leia também

Tudo sobre biodiesel