Informações

3Tentos muda formato e prepara IPO 25% menor


Valor Econômico - 25 jun 2021 - 08:41 - Última atualização em: 25 jun 2021 - 11:40

A 3Tentos Agroindustrial poderá retomar sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) em novo formato, com tamanho reduzido em 25%, já na próxima semana, apurou o Valor. Inicialmente, a oferta estava prevista em R$ 2 bilhões, 75% em recursos para o caixa da empresa e 25% em venda secundária, dos atuais acionistas, a família Dumoncel.

Agora, dizem fontes, a empresa conversa com investidores sobre uma operação de R$ 1,5 bilhão, com R$ 1,3 bilhão para o caixa e R$ 200 milhões para acionistas.

A companhia chegou a iniciar na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o processo para uma oferta pública seguindo a Instrução 400, que precisa ser registrada na autarquia e inclui o investidor de varejo. Mas suspendeu a operação por conta da volatilidade do mercado, em abril e maio.

Nesta semana, obteve o registro de companhia aberta e informou que retomará a oferta apenas para investidores profissionais, conforme a Instrução CVM 476. Aqui, a operação não é registrada na CVM e pode ser concluída em poucos dias, o que evita a exposição maior à volatilidade do mercado. No Brasil, 75 investidores podem ser procurados e 50 podem comprar os papéis. Para o investidor estrangeiro, não há qualquer limitação.

Com sede em Santa Bárbara do Sul (RS), a 3tentos é a maior cadeia gaúcha de distribuição de insumos agrícolas e teve faturamento de R$ 3 bilhões ano passado. Nos últimos meses, a companhia manteve intenso contato com investidores, inclusive organizando visitas à sua sede. Ela possui um modelo de negócio integrado ao produtor e atua na venda de insumos, defensivos, fertilizantes e sementes - soja, trigo e milho. O agricultor pode usar seus grãos como pagamento pelos produtos da empresa, que trabalha também na industrialização de itens - farelo e biodiesel.

Nesse ecossistema, a empresa se mantém ao lado do produtor do insumo até a industrialização e é reconhecida pelo apoio ao produtor, incluindo práticas de gestão e desenvolvimento de negócio.

Os planos da empresa são de continuar a expansão de seu negócio. Com a redução do tamanho da oferta, inicialmente, ela deverá desacelerar um pouco os planos de crescimento no Mato Grosso, que lidera a produção brasileira de grãos, de acordo com informações de mercado. Mas, como companhia listada, vai poder acessar o mercado novamente para captar mais recursos no futuro.

As conversas iniciais sobre a oferta indicam que a empresa já tem a demanda para completar a operação. Procurada, a 3tentos não deu entrevista. Estão mandatados os bancos BTG Pactual (coordenador líder), além de Bank of America Merrill Lynch, Citigroup, Bradesco BBI, UBS Brasil e Safra.

Outra empresa que pode engrossar a lista de IPOs é a Almeida Júnior, rede de shopping centers de Santa Catarina, que solicitou à CVM registro de companhia aberta. O pedido é para categoria “A”, quando a empresa pode emitir qualquer tipo de valores mobiliários. A empresa, no entanto, não apresentou pedido de análise para oferta pública de papéis. A Almeida Júnior chegou iniciar processo para IPO em 2020, mas, com a pandemia, que afetou duramente os shoppings, suspendeu o processo.

Ana Paula Ragazzi – Valor Econômico

Tags: 3Tentos Ipo