BiodieselBR.com

Sex18042014

    Lembrar | Esqueceu a senha? Não é assinante? Assine já!
Back Biodiesel Matéria-prima Mamona Notícias sobre a mamona Bahia é terceiro maior produtor de mamona do mundo

Notícias sobre a mamona

Bahia é terceiro maior produtor de mamona do mundo

A Bahia conquistou o status de terceiro maior produtor mundial de mamona, perdendo apenas para China e Índia. O estado, líder nacional no cultivo da oleaginosa, já produziu, neste ano, numa área de 145 mil hectares, 125 mil toneladas de mamona, tendo por meta chegar à marca de 290 mil hectares e 350 mil toneladas, respectivamente.

Durante o III Congresso Brasileiro de Mamona, que aconteceu no Bahia Othon Palace Hotel durante toda a semana passada, foram lançadas duas novas variedades da espécie, que deverão garantir a mecanização da produção para o agronegócio e a consorciação, para a produção familiar. As diferentes cultivares foram produzidas pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) para multiplicação e, posterior, venda e distribuição. Uma das variedades, intitulada MPB1, tem uma perspectiva de revolucionar a cultura, a partir da mecanização da lavoura (o que não era possível anteriormente), favorecendo também o agronegócio empresarial. “Dessa maneira, vai ser possível reduzir o ciclo para 96 dias e aumentar a produtividade anual para 2,5 mil quilos por hectare”, avaliou o superintendente de Política do Agronegócio da Secretaria estadual de Agricultura, Eujácio Simões.

A outra variedade da mamona, denominada como MPA 11, é destinada à consorciação de feijão e milho e beneficia agricultores familiares, através da política estadual de distribuição de sementes e a garantia de compra pelas empresas produtoras de biodiesel, como a Petrobras.

Comentários  

+3 Paula
10 Novembro 2008 - 18:09 pm

acredito haver um equivoco neste texto, A "Bahia" não pode ser o terceiro maior produtor mundial e sim o "Brasil". Dentre os estados do pais a "Bahia' é a maior produtor nacional.
1
+1 gustavo enrico
28 Dezembro 2009 - 20:34 pm

boa noite tenho uma fazenda na bahia e plantei mamona em 2007 a 2009 minha mamona nao virou biodielsel porque isso ,pra quem devo vender a safra de 2010 , com quem posso faser perseria com a minha mamona
2
+1 MARCOS FERNANDES
30 Dezembro 2009 - 09:13 am

COLEGA GUSTAVO PROCURE AI EM FEIRA DE SANTANA POR INDUSTRIAS RICINOQUIMICAS QUE ELES VÃO COMPRAR A TUA MAMONA COM MAIOR PRAZER E PREÇO JUSTO
NÃO SE PREOCUPE EM FAZER BIODIESEL COM A SUA MAMONA, POIS NÃO DA
NEM A PETROBRAS FEZ BIODIESEL DE MAMONA ATÉ HOJE
PARA O GOVERNO E PETROBRAS A UNICA SERVINTIA DA MAMONA É PARA COMPRAR VOTOS.
ABRAÇOS
SE ALGUEM QUISER ME CONTESTAR ESTOU A DISPOSIÇÃO
3
0 Gilberto Pereira
30 Dezembro 2009 - 15:25 pm

Caro Sr Gustavo Henrique eu tambem ja tive prejuizo com mamonas a uns quatro anos atraz mas encherguei logo esta conversa de que mamona vira biodiesel, mas a verdade e outra e espero que descubra logo. A respeito de sua safra procure ai na Bahia a Bombrasil ela compraria toda a sua safra eles tem um site na internet.
4
0 joão Breno
11 Fevereiro 2011 - 08:09 am

a Petrobras vem trabalhando com exito em relação a produção de mamona e girassol,
em parcerias com cooperativas o projeto vem trazendo benefícios para os produtores e para
os técnicos agropecuários.
gerando assim um plano de emprego e renda para os municípios.
5
0 Luis Carlos
07 Maio 2012 - 12:16 pm

Moro no sertão Baiano na região de Irecê, aqui já foi o maior produtor de mamona da Bahia (acredito que ainda seja). Mas hoje os agricultores da nossa RICA região estão investindo no tomate, que por sinal ajudou muito a nossa região, mas existem seus contras, que é o uso de agrotóxicos, a exploração absurda dos poços artesianos... Mas em conversa com meu pai, chegamos a conclusão que vamos dar uma pausa com o tomate, e investir em mamona. Nossa terra é ótima para o cultivo da planta!
Paula, não houve equivoco algum! a Bahia é um extraordinário produtor de mamona, e desbanca todos os estados brasileiros, e quase todos os países (como diz o texto; ficando somente atrás da China e da Índia)
6

Adicionar comentário


Tudo sobre biodiesel