BiodieselBR.com

Ter23092014

    Lembrar | Esqueceu a senha? Não é assinante? Assine já!
Back Notícias Em Foco Biodiesel pode ser usado sem medo

Biodiesel pode ser usado sem medo

Desde o primeiro dia do ano, o óleo diesel vendido no Brasil deve contar, obrigatoriamente, com o mínimo de 2% até 5% de biodiesel em sua mistura. E se você tem um veículo movido a esse combustível, fique tranqüilo, pois só há vantagens na novidade.

Antes de mais nada, qualquer motor pode rodar com o "coquetel" de óleos nessa proporção. "Não é preciso mudar nada na mecânica", diz o gerente de Participações da Petrobrás Distribuidora, José Alcides Santoro Martins.

Até quantidades maiores de biodiesel são aceitas pelos motores sem problemas. "Desde outubro de 2007, dois mil ônibus estão rodando em São Paulo com 30% de biodiesel e 2% de álcool, sem alterações, com desempenho igual ao dos veículos com diesel tradicional", declara Martins.

AR MAIS LIMPO - De acordo com o diretor do Núcleo de Combustíveis e Lubrificantes do Ipei (Instituto de Pesquisas e Estudos Industriais), da FEI, Eduardo Polati, o maior benefício do biodiesel é reduzir o nível de poluentes, uma vez que seu consumo é menor. "São reduções em patamares bem pequenos", esclarece o especialista. Mas que podem gerar bons resultados em grande escala.

"O biodiesel também tende a reduzir o teor de enxofre", comenta Polati. Esse componente é responsável direto pelas emissões de matéria particulada, a fumaça preta que sai dos veículos a diesel.

Outra vantagem é que o combustível tem propriedades lubrificantes, dispensando o uso de aditivo nas refinarias. "O biodiesel ajuda a proteger a bomba e os bicos injetores", afirma Polati.

Quanto à sua origem, o biodiesel pode ser animal, feito a partir do dejeto de carnes de corte, ou vegetal, com base em óleos de soja, milho, algodão, dendê e mamona, entre outros.

Mas quem acha que basta jogar óleo de cozinha no tanque e rodar está muito enganado. "Além de não queimar direito, ele deixa muitos resíduos no motor, como a glicerina, causando danos irreversíveis, e ainda polui mais que o diesel", explica Martins

REALIDADE - O biodiesel em proporções maiores já é realidade em alguns países. "A Alemanha tem o B30 em grande escala, assim como o B10 é utilizado na Itália e em partes dos Estados Unidos", diz Martins."Mas o uso é facultativo."

"Acima de 30% de biodiesel, são necessárias alterações profundas no motor, como o aumento da taxa de compressão", afirma o executivo da Petrobras. O B100, por exemplo, vem sendo testado desde a década passada em tratores na Áustria.

Entre as montadoras instaladas no Brasil, o grupo PSA, que reúne Citroën e Peugeot, é dos mais envolvidos com o biodiesel. Hoje, o trabalho está sendo feito com o B30, sem mudanças no motor.

"Estamos na fase de rodagem com os carros, com testes feitos a cada 20.000 km. Os resultados são positivos, mas preferimos esperar os dados finais para fazermos a divulgação oficial", declara o diretor de Relações Externas da PSA, Rodrigo Junqueira.

Essa fase deve terminar entre o fim deste ano e o início de 2009.

Nícolas Borges

Comentários  

+4 Joao Paulo Bandeira de Almeida
25 Janeiro 2008 - 09:00 am

A utilização do biodiesel em 100% não é interessante porque:

1- O veiculo consome até 15% a mais de combustivel
2- As borrachas derretem como se fosse chiclete ( tubulaçao de combustivel )
3 - A sujeira na camara é grande
4 - Se a bomba for bosh em linha como nos mercedes antigos, ela vai deixar passar biodiesel para o lubrificante
5 - Quando o oleo lubrificante é contaminado ai by by!! A borra fica no fundo do carter, uma pelicula grossa é formada em volta de todos os componentes e a vareta do veículo te engana, pois o oleo que fica nela é parece normal, a não ser pelo cheiro que fica diferente
6 - A bomba muitas vezes trava, ai ainda da para salvar alguma coisa, mas quando ela quebra o eixo ja era.

OBS: Na s10 usando b100 foi possivel rodar 208.384 km com biodiesel b100. Ao fundir, o valor do conserto incluindo todos os reparos da bomba ficaram em R$6300,00!!!

RESUMINDO: NÃO VALE A DOR DE CABEÇA pela diferença ridicula de preço entre o diesel e o biodiesel na região de minas gerais!!!!
1
+3 Joao Paulo Bandeira de Almeida
25 Janeiro 2008 - 13:22 pm

Não tem lógica fazer adaptação em motores diesel para utilizar um combustivel que foi adaptado. É muito mais lógico utilizar um óleo semi refinado ou lavado em um motor adaptado do que o biodiesel, mais uma vez porque:

1 - Biodiesel requer metanol ( perigoso, tóxico, controlado, CARO E CARTELIZADO NO BRASIL )
( Biodiesel de etanol não merece ser nem comentado )
2 - Biodiesel libera a glicerina que até onde eu sei esta sendo queimada porque não tem preço nem uso para toda a quantidade produzida com a merreca de biodiesel que ja foi feito!!!!!
3 - O biodiesel gera perdas maiores que o semi-refino
4 - O biodiesel precisa de grandes quantidades de calor para fabricação
5 - O biodiesel quando transformado perde boa parte do antioxidante natural do óleo, sendo necessário adicionar acido cítrico (exemplo) para segurar a barra
6 - Biodiesel mistura muito bem em água mesmo quando suas especificações estão acima da norma alemã
7 - O biodiesel não serve como verniz ( quem ja leu joshua tickell sabe do que estou falando ) biodiesel detona a madeira em poucos meses.
8 - Biodiesel como combustivel de aeromodelo (mais uma vez joshua tickell - HAHAHAHAH ) nem tente!
9 - biodiesel não só destroi borracha como certos tipos de plástico também.
10 - Péssimo solvente para oleos de origem mineral, graxas e outros.
11 - Otimo solvente para concreto.


Não adianta, quem fabrica conhece as dores de cabeça e o ferro no bolso que dá!! Sim, sou contra o biodiesel porque temos óleo em natura!!

PS: A mais importante para o final

9 - EFLUENTES!!!! ÁGUA!! BIODIESEL GASTA MUITA ÁGUA EM COMPARAÇÃO AO REFINO DE OLEO!!!

Se alguem souber de algo bom que o biodiesel tem e que o óleo em natura não tem, me mande por favor!
2
+4 Carlos Alves de Souza
25 Janeiro 2008 - 18:11 pm

Biodiesel é uma dessas invenções malucas, que a gente vê todos os dias e que na prática não serve para nada e com custo altíssimo.
Tem gente defende, porque tem de justificar os gastos vultosos em pesquisas.
3
+3 Debrair I. DA SILVA
26 Janeiro 2008 - 01:12 am

O companheiro Joao Paulo faz todos os comentário e diz que o negócio é usar o óleo in natura, só que que ele nao nos diz se o mesmo semi refinado pode ser usado nos matores sem problemas. Sera que todos enlouqueceram de vez? Até os alemaes que eram considerados o povo mais reto do mundo entraram fundo na brincadeira do biodiesel. Companheiro pense bem antes de estar fazendo comentários tao desastosos.
4
+3 Enri Mauerberg
26 Janeiro 2008 - 02:00 am

Pois é colega Debrair ..se for pela cabeça de pessoas como o J-Paulo .. ainda estaria-mos andando de Jegue ..pois o cara não é chegado a um desafio ..se ele tivesse dado uma olhada aqui : http://www.youtube.com/results?search_query=biodiesel ele seria mais moderado e iria ver que fazer um bom biodiesel é coisa de criança ..qualquer um faz em sua garagem e até mesmo na cosinha ..eu mesmo ja fiz com oleos de cosinha que seria jogado no lixo ..conclusão reaproveito o alcool e a agua ..uzada .. e quanto a glicerina dá um otimo acendedor de lareiras e churrasqueira ..agua velha serve como diabo verde na cosinha e caixa de gordura .. alem de matar ovas de baratas nos esgotos .. quanto a borrachas de motor basta troca-las por outras melhores ..eu troquei por mangueiras de Nylon .... é só colocar a cabeça pra funcionar vai estar andando de graça com seu carro diesel ..http://www.youtube.com/watch ?v=SsZQ-cPziJA
5
+1 Carlos Eduardo
26 Janeiro 2008 - 14:11 pm

Normalmente eu ignoro o comentarista Carlos Alves, pois quase nunca apresenta argumentos ou nas poucas vezes que apresenta argumentos, falta consistência.

Eu sou a favor do óleo vegetal e com uma visão realista, aliado ao biodiesel nesse primeiro momento. Mas não ao ponto de escrever despautérios, como no comentário número 3. Dizer que o biodiesel na prática não serve para nada e que quem defende, só o faz para justificar os investimentos em pesquisa é de uma leviandade incrível.
6
+3 Estevao Pereira
26 Janeiro 2008 - 17:07 pm

Querem, reinventar a roda ou tantam enganbelar a população, com a conversa do Biodiesel é melhor, que o OVN prejudica os motores, ora por favor! o OVN já vem pronto para uso, com o melhor custo benefício, menos poluição, custo de distribuição zero, imposto zero, maracutaia mensalão zero. Só que faz mal para o bolso dos bandidoes, e da multinacional PETROBRAS, que inventam um monte de mentiras e criam toda sorte de dificuldades para que o coitado do sofrido agricultor e pequenas propriedades de terra, não consigam se libertar do jugo dos senhores, pois ENERGIA na forma de OVN, É LIBERDADE, QUALIDADE DE VIDA, PROPERIDADE, E PAZ NA SOCIEDADE, melhor distribuição das riquezas do nosso BRASILSILSILSIL....., AMÉM. Porém os mesmos querem continuar mamando na maezona, por mais 500 anos.
7
+3 Carlos Alves de Souza
27 Janeiro 2008 - 10:22 am

Estevão Pereira e João Paulo Bandeira de Almeida parabéns pelos seus comentários.
"Nunca tão poucos enganaram tantos, em tão pouco tempo".
Só que tem gente que continua enganando até a si mesmo defendendo o biodiota, embora contra seus princípios, referindo o nosso amigo Carlos Eduardo, que diz ignorar os meus comentários, sendo assim ele precisa ignorar muitos e muitos comentários inclusive o do pai do motor RUDOLF DIESEL e o seu próprio, veja a frase escrita por ele, de nº 6.
Eu sou a favor do óleo vegetal e com uma visão realista.
Carlos Eduardo seja honesto e coerente consigo mesmo, se não, como podemos acreditar em seus comentários?
O biodisel é tão bom, porque tantas normas e regulamentos ditados pelas autoridades que o controla?
Porque gastar tanto dinheiro numa transformação idiota?
Gastar tanto dinheiro para fazer uma transformação tão primária para colocar apenas 2% no diesel? Tenha a santa paciência!
Não é mais barato e coerente ler e aplicar o que Rudolf Diesel escreveu?

Entre 1911 e 1912, Rudolf Diesel fez a seguinte afirmação:
“O motor a diesel pode ser alimentado por óleos vegetais, e ajudará no desenvolvimento agrário dos países que vierem a utilizá-lo... O uso de óleos vegetais como combustível pode parecer insignificante hoje em dia. Mas com o tempo irão se tornar tão importante quanto o petróleo e o carvão são atualmente”.

Torna-se ignorante aquele que ignora aquilo que vai contra seus interesses ou pensamentos.
8
+2 Telmo Heinen
27 Janeiro 2008 - 12:23 pm

Um dos únicos programas de biodiesel que faz algum sucesso, é o dos EUA... Motivo ?
Não tem normas e regulamentos...

Completando a definição de "Ignorante": É aquele que não sabe o que deveria saber...
Tecnicamente o craqueamento seria a melhor maneira de incorporar óleos vegetais aos derivados de petróleo. Isolado em regiões distantes e na forma de H-BIO nas grandes Refinarias adaptadas.

Desta forma a Petrobrás poderia adquirir qualquer imundície gordurosa e aumentar o volume dos refinados.
Imundície é modo de falar, qualquer gordura serviria... de graxa velha a óleo comestível passando pelo sebo bovino, banha de porco, peixe, sebo de grilo etc... até óleo queimado.

Como se vê, há muitas invenções para se tornarem econômicas antes do petróleo acabar, se é que algum dia ele acabará...
9
+3 Carlos Eduardo
28 Janeiro 2008 - 14:19 pm

Se continua achando que o biodiesel não serve para nada e só é defendido por investidores, não me resta outra alternativa, diante destas duas leviandades, senão voltar a ignorá-lo.
10
+3 Carlos Alves de Souza
28 Janeiro 2008 - 15:16 pm

Os investidores inescrupulosos têm que defender o biodiesel, pois fica fácil fazer monopólio, politicagem, mensalão e etc... Já com óleo vegetal não tem isso, é aí que os tais investidores que não investem nada do seu capital ficam furiosos porque não tem trouxas para plantarem os tais pinhão manso mamona e venderem a preços irrisórios.

Como diz Hernani de Sá, 2% até urina serve.
11
+1 Afonso Bueno
29 Janeiro 2008 - 23:22 pm

Biodiesel serve para aumentar o preço das comodites que eram ridículas e não pagavam nem seu custo de produção.

Biodiesel serve como alternativa viavel ao diesel importado, caro e poluente.

Pessoal, estamos destruindo o mundo. o biodiesel ao menos participa do ciclo natural que da mais tempo de pensarmos em uma alternativa viavel ao petroleo;
12
+2 joão paulo bandeira de almeida
30 Janeiro 2008 - 19:20 pm

Meu caro Enri Mauerberg, fazer biodiesel de óleo de cozinha é realmente muito facil!! Você compra um liquidificador, um funil de decantação, becker ( ou copo de requeijão ) e um fogão para aquecer. Vai na farmacia mais proximo compra Alcool Anidro a 3,50 o litro. Compra diabo verde ( soda ) R$4,00 o kg, vai no supermercado da esquina e compra oleo de soja a R$2,80 o lt. Beleza, faz a mistura bonitinha, o produto se separa e vc tem o biodiesel de cozinha, com muita glicerina ainda dispesa nele. Ai vc lava com água, as vezes até 1 litro de água para lavar meio litro de biodiesel.

Realmente é facil, extremamente facil!!! Nao vou levar em consideração o preço ok!! ( ja pode esquecer a viabilidade ) mas já que o Sr. gosta de desafios, faça o seguinte:

1 - Compre alcool anidro etílico de uma usina de alcool qualquer
2 - Compre oleo de algodao em bruto ( aquele que é preto, com gossipol, do que jeito que sai da prensa)
3 - Compre soda em escamas

Essa é a realidade de um fabricante de biodiesel com CNPJ ( daí para pior )

Se vc conseguir separar a glicerina ( ja vai ser um milagre ) me manda um e-mail com as fotos da separação!!! Outro detalhe, se conseguir separar, me mostre a quantidade de glicerina que deu e quanto de biodiesel.

Resumindo, biodiesel com óleo de cozinha qualquer um faz, o que é legal para se aprender o basico. O preço tambem não é levado em conta, porque tudo é experimental. Mesmo com oleo de cozinha usado é super facil dependendo da quantidade de vezes que foi usado é claro.

Portanto, ta ai o desafio, ja que vc gosta, tente e depois me manda uma foto.

Agora vamos supor que vc conseguiu 11.000 litros de oleo de cozinha e fabricou o biodiesel. Vendeu toda a glicerina e vai rodar com estes 10.000 litros de biodiesel ( 1000 lts de perda ) no seu veiculo.

Sem querer te frustrar, convenhamos, vc nao vai ter qualidade nunca, seu carro talvez nem cheque a consumir todo o biodiesel por que o motor vai parar antes e ai só sobra o Jegue mesmo passear!!!

De forma alguma quero ser chato, mas tudo isso que vc esta fazendo eu ja fiz a 6 anos atras. Ainda da tempo de vc parar e investir em algo mais rentável.

Se vc precisar de rententores para sua bomba injetora, eu te passo o numero da empresa onde mandei fabricar de nylon! Não adianta, o biodiesel é mais viscoso, exerce mais pressão contra o elemento é passa pelo nylon contaminando o óleo do motor, nem sempre o problema é a reação com a borracha, mas é fisico também.
13
+2 Telmo Heinen
30 Janeiro 2008 - 20:16 pm

Pela receita apresentada, é muito simples para se fazer biodiesel.
Entretanto, nem tudo que é simples, é fácil!

Onde está a diferença ? Seria o Governo irresponsável autorizando a utilização de biodiesel se tem gente que afirma que ele causa tantos problemas?

Não. Confirma-se todavia com o relato do Dr. João Paulo, corroborando também a tese do Eng. Hernani de Sá da Bahia, de que para misturar somente 2,0% ... pode-se misturar até urinia... e também água!
Não debochemos tanto.
Pode-se afirmar com certeza de que dificilmente encontraremos diferenças fundamentais entre óleo diesel misturado com 2,0% de óleo vegetal puro ou misturado com 2,0 disto que se chama atualmente de biodiesel no Brasil.
Compreendo a sua frustração Eng. João Paulo!.
14
+2 Carlos Eduardo
31 Janeiro 2008 - 07:25 am

Caro João Paulo Bandeira, parabéns pelo seu comentário, excelente.

Sobre este assunto de B2 com óleo vegetal e biodiesel, recomendo o texto do Dr. Paulo Suarez:

http://www.biodieselbr.com/colunistas/suarez/analises-fiscalizacao-biodiesel-misturas-b2-b5.htm
15

Adicionar comentário


Tudo sobre biodiesel