BiodieselBR.com

Qui17042014

    Lembrar | Esqueceu a senha? Não é assinante? Assine já!
Back Notícias Biodiesel Baru e pequi do Cerrado poderão virar biodiesel

Baru e pequi do Cerrado poderão virar biodiesel

O Programa Biodiesel de Goiás vai aproveitar a produção de soja do estado para estudar a viabilidade da produção de biodiesel. A idéia é cultivar oleaginosas no sudoeste, onde estão concentradas as áreas mais devastadas. Estão sendo pesquisados também o potencial do pequi e do baru, que levam sete anos para produzir.

O projeto é desenvolvido pela Universidade Federal de Goiás (UFG), com apoio da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sectec). Goiás, grande produtor de soja e algodão, tem 64% de sua área devastados devido à agropecuária. Outro objetivo do programa goiano é o aproveitamento de rejeitos graxos da indústria e do comércio para serem adicionados ao diesel.

A UFG trabalha na caracterização das plantas e no controle de qualidade dos óleos. A Setec será responsável pela realização de pesquisas que vão alimentar o Programa Goiano do Biodiesel. Segundo a secretária Raquel Teixeira, já foram repassados recursos para o principal grupo de pesquisas sobre o tema da instituição de educação do Estado de Goiás.

O governo estadual apóia o projeto e vai criar um ‘selo verde’ para as oleaginosas da região.

Nativo do Cerrado, o baru é uma leguminosa arbórea. O gosto da amêndoa é similar ao do amendoim. O óleo costuma ser utilizado como aromatizante para o fumo e como anti-reumático.

Comentários  

+1 Milson Baltazar de Souza
18 Junho 2007 - 06:48 am

Com todo respeito a sua afirmação de que o Baru e o Pequi levam 7 anos para produzir.
Na verdade deve ser dito que podem levar MAIS DE 5 ANOS para produzir.
1
+10 PATRICIA NOBLAT DE PAULA RIBEI
20 Julho 2007 - 13:01 pm

OU SEJA, APARTIR DE QUATRO ANOS JÁ SE OBSERVA ALGUMA PRODUÇÃO.
2
+4 Marcos de Oliveira Soares
26 Julho 2007 - 08:14 am

Interressante de explorar o baru para biodiesel, mas acredito que o uso na alimentação também é muito importante, criando-se renda para os pequenos produtores.l
3
+1 Fátima Farias
11 Setembro 2007 - 07:50 am

Hoje é uma febre com biodiesel...todo copiar essa ideia e esquece da segurança alimentar..tudo seres humanos precisa comer,já imaginou povo bebendo o biodiesel...por causa da fome,sabemos que os paises internacionais tem pouca reserva de solo fertil para produzir alimento,mas o Brasil é o potencial para a produzir alimento... este poder que Brasil tem...essa é a maior arma. Ter o poder de alimenta o mundo. Ninguém vive sem alimento.
4
+2 Geni de Cezere Reschke
06 Outubro 2007 - 06:33 am

caros amigos

Nem imaginam como esta notícia me deixa feliz, pois tenho um projeto para uma cidade do Nordeste brasileiro com regiões agrícolas cujo objetivo é plantar matéria prima para o biodiesel, com florestas planejadas, naturalmente orientadas por entidades competentes como a embrapa, com profissionais capacitados em agronomia, engenharia florestal, biologos e profissionais da área de exportação e agronegócios.
Temos uma potencialidade infinita e um pais com dimensões continentais, com um clima tropical onde tudo o que se planta dá. Não consigo aceitar os grandes bolsões de miséria onde poderíamos gerar riquezas e grandes fretes de trabalho.
vale a pena sonhar, pois um sonho a mais não faz mal.

Acreditem poderemos criar um brasil sobrenano, livre das armadilhas e interesses internacionais, que nos vêm como uma nação de idiotas pq precisam vender seu petróleo. Vamos desenvolver um combustível de fontes renováveis que diminuirá em 80%a poluição entre outros benefícios e elevará o Brasil ao rankim dos primeiros na disputa pelo mercado energético

Beijos

Geni Reschke
5
-1 Ananias Baracuhy
06 Outubro 2007 - 06:58 am

Parabéns minha cara GENI DE CEZERE RESCHKE pelo seu entusiasmo,pelo seu sonho de premiar uma cidade do nordeste, o que faz o seu sonho mais especial e realmente se trata de uma pretensão muito objetiva,justa e oportuna.
Faço votos que seus trabalhos logo se iniciem,pois é verdade que o biodiesel está trazendo uma nova era para a nossa agricultura,para nós brasileiros termos instrumento potente no combate ao aquecimento global,podermos contribuir para diminuir doenças nos grande centro urbanos atolados em uma poluição sufocante e etc...acredito que podemos dizer que a marca do século XXI é nos libertarmos da energia do petróleo fonte de energia suja,muito poluidora,e etc...
Poderemos conversar mais sobre bioenergia pois sou um entusiasmado deste tema.

E-Mail
6
-1 leocarmo
06 Outubro 2007 - 12:27 pm

boas,
na verdade ,qualquer pesquisa que venha enriquecer nosso conhecimento sobre determinada espécie de planta é bem vinda ,com o cultivo do pequi e do baru ,tanto pra biodiesel quto pra alimentação , estaremos criando renda e garantindo a permanencia do produtor na terra ,só com a reposição de arvores nativas com opção de uso sustentável garantiremos a sobrevivencia do cerrado.
7
+8 Ivandir Duarte da Silva
08 Fevereiro 2008 - 12:55 pm

Estou tendo dificuldade em produzir mudas de Baru, quando chegam a germinar, não desenvolvem e terminam morrendo.
Onde estou errando? gostaria se possivel de informações de como produzir mudas e quando devo planta-las definitivamente ou se ja posso realizar plantio direto. Quais os cuidados iniciais e adubação necessária.
Desde já agradeço se alguém poder me ajudar. minha propriedade fica em MG no município de Abadia dos Dourados.
8
+1 Fabiana Cristina
22 Maio 2008 - 14:44 pm

Boa tarde pessoal,

Sei que neste site vários conhecedores deste assunto estão sempre em contato. Estou fazendo uma pesquisa para a faculdade sobre o biodiesel produzido a partir do Pequi. Gostaria de saber se alguém pode me passar mais informações sobre o assunto.
Abraço a todos.

Fabiana.
9
-1 Simone
18 Novembro 2008 - 15:33 pm

Temos um projeto aqui em Minas para produzir doces e salgados a partir do baru. Bem, gostaria de saber se alguém sabe qual o rendimento do pequi e baru para produção do biodiesel, a idéia era fazer um projeto para a plantação alternada de uma oleaginosa com as plantas nativas para biodiesel e crédito de carbono. Qualquer informação será muito bem vinda. Obrigada, Simone
10
+1 Evandro Dias Ramos
17 Março 2009 - 14:50 pm

Gosto de preservar a natureza, tenho em meu quintal um pequeno viveiro de plantas nativas, baru e pequi. A minha idéia é fazer enxerto para produzir mais rápido.
11
+3 nivea martins
23 Julho 2009 - 10:10 am

Também estou com dificuldade com as mudas de baru. Elas nascem , desenvolvem pouco e acabam morrendo. Se alguém pudesse dar alguma dica, seria ótimo. Estou tentando reflorestar com mudas nativas , colhendo as sementes no local, ou na região próxima.a sucupira também tem sido difícil, ou quase impossível, pois nem nascem.
obrigado
Nivea
12
+1 Paulo Gonçalves
25 Agosto 2009 - 12:56 pm

Trabalhei num projeto de oleaginosa em Goiás onde tive a oportunidade de provar o Baru tanto in natura quanto torrado. Pelo que sei o Baru como alimento é similar ao amendoim e até mesmo à castanha de caju. Transformá-lo em biodiesel é miopia.
13
0 Ciro Barreto
17 Dezembro 2009 - 10:47 am

Caros,

Aqui em Salvador-BA também exite um grupo de pesquisa que está trabalhando com biodiesel com óleo de pequi. Se não me engano em 2010 os resultados serão apresentados em congressos e periódicos.
Se alguém quiser trocar algumas experiências pode me mandar um email. Está sendo muito difícil encontrar referências sobre o Biodiesel de Pequi
14
+2 mirio barbosa dos santos
18 Dezembro 2009 - 08:39 am

Os brasileiros demoraram muito para descobrir o baru, mas todavia contudo, descobriram em tempo, a pezar de terem destruido muitos pés: para se ter uma ideia, aqui em Goiânia tem lugar que o quilo de baru está custando 35,00 reais.
15
0 Dr Pedro M. de Oliveira
23 Maio 2011 - 15:11 pm

Acho muito vago as informações. Abandonei a minha profissão com o intuito de alguns projetos na área de
mudas e biodiversidade. Mas, francamente, se estas pesquisas existem as pessoas ou òrgãos omitem. Mas, não vou desistir. Estou indo a campo na busca de tais.informações. " Temos que compartilhar nossos conhecimentos"...Obrigado
16

Adicionar comentário


Tudo sobre biodiesel