Carta Aberta ao Presidente da República

// 07 novembro 2006 // Biodiesel

Excelentíssimo Senhor Presidente Luís Inácio Lula da Silva,

O momento é importante para o setor de biodiesel e sabemos de sua dedicação para o sucesso desse biocombustível.

Vossa Excelência renasceu o programa brasileiro de biodiesel em seu primeiro mandato. Uma estrutura sólida foi montada, mas como todo projeto ambicioso, surgiu com problemas.

V. Exa. mostrou que a agricultura familiar e as pequenas propriedades podem entrar na agroenergia e que a agricultura mecanizada tem alternativa. Mostrou que os produtores de soja podem sair dessa monocultura e plantar outras oleaginosas de março a outubro, sem atrapalhar a safra de verão. Essas são conquistas importantes.

Getulio Vargas ficou na história como o criador da Petrobras e lançou o slogan o “petróleo é nosso”. Vossa Excelência pode entrar para história como o Presidente do Biodiesel. Durante o primeiro mandato foi feito muito esforço para criar uma imagem positiva deste combustível. Vossa Excelência inaugurou pedras fundamentais de usinas de biodiesel, fez leilões de compra futura de biodiesel e com isso conseguiu incutir na cabeça dos brasileiros que o biodiesel é importante, conseguiu atrair os olhares da classe empresarial brasileira. Investidores se lançaram no programa, acreditaram. Agora é pé no chão. O segundo mandato está aí, e não haverá um terceiro.

Para ficar na história do biodiesel Vossa Excelência precisa corrigir a rota. O biodiesel, combustível renovável, ecologicamente correto, capaz de gerar empregos e renda de norte a sul do Brasil, existirá por diversas décadas, como a Petrobras criada por Vargas. Os combustíveis são tratados como setor de segurança nacional. Aqui no Brasil o biodiesel poderá ser chamado de salvação nacional. Contudo, se não forem adequadas à realidade todas as leis, normas, decretos, portarias e tributos, o biodiesel não sairá do chão – nascerá, mas não crescerá.

Vou ser claro Presidente. O biodiesel ainda é incipiente. A produção atual é insignificante se compararmos ao nosso potencial. Com os devidos ajustes milhões de pequenas propriedades rurais podem alcançar renda suficiente para uma vida digna, os médios e grandes agricultores terão maior produtividade e renda com a produção de outras oleaginosas além da soja e o seu programa de biodiesel será um exemplo para o mundo.

Nós sabemos que alguns membros de seu governo são leitores deste site, e sabem que estamos sempre contribuindo com idéias e ações para que este programa concebido por Vossa Excelência leve energia para o mundo inteiro. Esperamos que eles lhe transmitam as idéias vindouras.

Estou confiante na consolidação do programa nos próximos quatro anos, e espero que possamos nos unir em discussões e ações para ajudá-lo a fazer deste programa um marco histórico para o Brasil e o mundo.

Atenciosamente,

Univaldo Vedana
Diretor da Biodieselbr.com

Catálogo do biodiesel 2010



31 Comentários em “Carta Aberta ao Presidente da República”

  1. Oscar Armando Baldoni disse:

    Excelênte carta, parabens. O problema é que realmente entenda, leia e mande fazer o que deve ser feito. Propostas sérias devem ser elevadas. Novos métodos tem que ser aprimorados. Temos um antes e um depois, que ninguém teve a coragem de falar bem claro = Quando o preço do combustível atingiu um valor absurdo que enxugou todo o lucro ?
    Esta é a base fundamental da lavoura, agricultura e pecuária. Ninguém disse bem claro, que nós temos inflação em dólares, no Brasil. Falar de estabilidade, inflação baixa, é um engodo. Para pior, essa suposta inflação baixa, acarretou pouca expansão da economía como um todo ou estagnação.
    Concretamente = Peguem o valor recebido em safras anteriores, tipo de câmbio, custos em aumento e valor do petróleo. Não entendo a política de ter uma Petrobrás com lucros extraordinários e produtores quebrados. As variantes estão TODAS em contra dos produtores rurais. Isso, com bons preços lá fora. Imagine enfrentar um “dumping” americano, como já aconteceu ? Houve governos anteriores mais sensíveis, que chegaram a determinar o preço igual para o combustível em todo o Pais. No entanto, por causa da corrupção, houve que deixar essa prática. A fronteira agrícola paga 25 % de acréscimo por fretes absurdos, que poderiam ser evitados permitindo micro destilarias e leis um pouco mais sábias. Indiscutivelmente, a lei 11.116 (que ninguém comenta), é perversa, pensando só nos graúdos.
    O produtor não aguenta mais. Os muito grandes … encontram soluções muito rápido. Alguém mais esclarecido que faça a conta acima = Quanto recebia o produtor antes e hoje. Como prejudica o absurdo revalúo do real. Não lembro dos valores, mas vamos arriscar : Se eu pagava R$ 1,50 o litro de óleo diesel em Sinop na safra retrasada, com o dólar a R$ 3,00, me custava 50 centavos de dólar. Hoje pago 2,14 com o dólar a 2,14 TIVEMOS UMA INFLAÇÃO DE 100 % EM DOLARES.
    Nos oferecem R$ 16,00 por saca de arroz e nosso custo é de R$ 30,00 … que será de nosso futuro ? Mas … o cara lá do Banco Central é inamovível, intocável, incriticável. Está blindado e está tudo bem … para quem ?
    Aumentaram Fretes, combustível, pedágios, impostos, insumos, adubos, venenos, salários. Alguém pode consultar como vão as coisas no banco de Massey & Fergusson, que financiava todas as vendas de máquinas, tratores, etc. ? Depois informem ao Sr. Meirelles, porque bancos quebrados acostumam bater nas portas do Central. O imediatismo cego, absurdo e cretino está nos levando a um beco sem saída. Querem uma prova ? = O governo argentino, com duas medidas, conseguiu a diferença : Dólar a $ 3,08 não mata a ninguém e empatou 12 bilhões de dólares de subsidio aos combustíveis, beneficiando não só a lavoura, como a economía em geral, transporte urbano, etc.
    O metrô custa 25 centavos de dólar, o nosso 4 vezes mais, o pão custa R$ 1,50 o quilo, o nosso 4 vezes mais.
    Então, nós estamos pagando impostos por cima de impostos. Sem poder respirar, acumulamos dívidas (que ninguém comenta) Eu tenho impostos atrasados. Todos estam em dia ? Conseguem ? A diferença das duas políticas é gritante. Eles se deram ao luxo de reinventar o CONFISCO que tinhamos no tempo do Geisel e (como todos ganham), ninguem protesta. Ao contrário … parece que as contas do governo NUNCA estiveram tão boas e a arrecadação jamais esteve melhor.
    A economía, como um todo, cresceu reais 8 % ao ano. Nós … se fazemos a conta em moeda constante, melhor nem falar.

  2. Prezado Senhores(Univaldo Vedana & Oscar Armando Baldoni),

    Gostaria de fazer alguns comentarios sobre a carta escrita ao Presidente e em conjunto aos fatos descritos pelo Oscar Armando Baldoni que juntos demonstram o que queriamos que a realidade brasileira fosse e o que a realidade brasileira realmente e.

    Sou Americano, nacido em NYC, de pai brasileiro de Fortaleza aonde morrei por 6 anos na infancia nos anos ‘70. Nos ultimos 11 anos morro aqui em Sao Paulo e tenho uma consultoria financeira que concentra em localizar e representar via mandato empresas/emprendimentos brasileiros que seriam attrativos para investidores estrangeiros, principalmente da America do Norte.

    Minha razao de interesse neste segmento de energias alternativas (Biodiesel Etc.), chamado de “Greentech” la fora e obvio, e uma das coisas mais fortes que o Brasil tem para mostrar que e de competencia global, mas como dito acima, num estagio aonde muito tem que ser feito ainda para que este ativo importante do Pais, continue a crecer e se estabelecer na realidade Brasileira em todas as faixas, politicas do governo, normas e praticas de producao/preco, e conciencia da populacao de que energia LIMPA e um assunto de importancia global nao so por custo do litro.

    A carta do Univaldo Vedana ao Presidente Lula e um comunicado que todos nos gostariamos de fazer e acreditar que tem grande chance de ser implementado da forma mais logica e profissional sem os impedimentos que vemos devastando muitos das nossas industrias brasileiras por falta de competencia e conhecimento empresarial. Nao precisamos citar as condicoes reais em varios segmentos que estao quebrados, alem de varios outros de seguranca nacional que vemos ultimamente como a seguranca em si e agora ate o espaco aereo que chegou ao estado atual nos ultimos 4 anos sem a merecida atencao como os outros segmentos.

    Mais uma ves, os Brasileiros querem acreditar numa boa coisa e e uma BOA coisa, so que a implementacao da infraestrutura para que o Biodeisel/energias alternativas se estabelecam firmemente e sejam nao deste governo, mas dos Brasileiros para decadas futuras e muito critico. Governo que so demonstra o interesse de maximizar arrecadacao de impostos (de todo tipo), nao investe dinheiro pre-aprovado para segmentos fundamentais para a expansao brasileira, sem falar da falta de explicacoes verdadeiros aos brasileiros dos eventos pre-elecao, fica dificil acreditar que o Poder nao vai atropelar, mais uma vez, a galinha dos ovos de ouro.

    Aos senhores que demonstram grandes competencias neste assunto tao importante, precisamos ficar atentos e firmes com o que vem pela frente. Estabelecer normas para que os participantes do segmento tenha forcas indpendentes do governo e que o livre mercado venha confirmar que estamos operando num nivel de competencia global no segmento de Biodiesel/energias alternativas.

    Agradeco a atencao,

    Ashley R. Porto
    Oriel Partners

  3. Vicente Lassandro Neto disse:

    Prezados Leitores

    Vivemos num planeta chamado Terra, esta linda e incompreendida BOLA, como será tratada de agora em diante e é preciso que se entenda como ela funciona para que, a partir deste entendimento, possamos nos posicionar de acordo com as leis naturais que a governam e não em oposição às mesmas como é feito hoje em dia.

    Não entender o funcionamento da BOLA se assemelha a algo como morarmos numa casa e não sabermos identificar os aposentos. Vamos querer guardar o carro na área de serviço, mandar a empregada dormir na garagem, cozinhar no banheiro, tomar banho na cozinha, dormir na sala de visitas e receber a visita no quarto de dormir o que, em certos casos, não deixa de ser interessante. Mas a realidade é que a nossa casa será uma enorme bagunça e é, exatamente o que acontece com os humanos em relação à BOLA onde vivemos.

    A diferença é que, no caso de nossas casas, a bagunça e o prejuízo ficam restritos a cada um de nós ao passo que, no caso da BOLA, o prejuízo atinge toda a coletividade, e é isso que deve ser evitado.

    Quando se domina o funcionamento da BOLA, com base em dados, exclusivamente, materiais, surgem vários fatos e conhecimentos que estão em oposição a tudo aquilo que, atualmente, se diz e escreve. São novas revelações, muitas delas chocantes mas inquestionáveis. São fatos da natureza ainda não pesquisados e não observados pelos humanos com a acuidade que eles merecem. Senão, vejamos:

    1 - Petróleo não acaba, ou seja, é impossível aos seres humanos e independente do número deles consumir todo o petróleo existente no interior da BOLA. Se tentar fazer isto, as espécies animais, inclusive os humanos, morrerão antes que o petróleo acabe. Não confundir o volume de petróleo existente, estimativas convincentes do Vicente, de cerca de 5,5 quatrilhões de barris com o volume conhecido ( reservas atuais mais aquele que já foi extraído ) cerca de 9 trilhões de barris.

    2 – Entende-se que queimar petróleo na forma de derivados, preferencialmente isentos de enxofre, é ótimo para o meio ambiente e para a economia, pelo seguintes motivos

    a - País algum queima petróleo para fazer fogueira ou soltar balão. Quando um país consome energia ele o faz num parque industrial e num sistema de transportes de modo que quanto mais derivados se queima, mais trabalho se gera.

    b - A queima de derivados de petróleo libera gás carbônico para a atmosfera o que faz prolongar, do ponto de vista humano, a vida no planeta Terra pois sem gás carbônico não há plantas e sem plantas todos os animais vão morrer de inanição

    c - A queima de derivados de petróleo, ao liberar gás carbônico para a atmosfera, ao contrário do que se diz e escreve, age com um ar condicionado e não como um aquecedor, em relação ao aquecimento da atmosfera do planeta Terra. O efeito estufa, como proposto, não existe e o aquecimento da atmosfera do planeta é um fato lento, gradual e natural que começou assim que terminou o processo de consolidação da crosta terrestre. Por ser natural, é impossível se ser evitado, podendo ser, ligeiramente, amenizado e não tem relação alguma com as atividades dos humanos.

    Sem queimar derivados de petróleo a temperatura da nossa atmosfera aumenta. Queimando, ela aumenta menos mas continua aumentando. Entretanto, aumenta menos, quanto mais derivados de petróleo se queima.

    Assim sendo a busca de energias alternativas temendo pelo fim do petróleo e de seus malefícios ao meio ambiente devem ser SEPULTADAS pois representam conhecimento equivocado do assunto, perda de tempo e gasto inútil de recursos.

    Agora, independente da inesgotabilidade do petróleo, qualquer forma de energia que seja mais barata que o petróleo é sempre bem vinda e não é o que está acontecendo com o álcool e com o biodiesel. Só para elucidar, no último ou no penúltimo leilão de biodiesel promovido pela ANP, o mesmo foi arrematado a 1,85 reais cada litro, ou seja, mais caro do que o diesel de petróleo que custa 1,70 reais na bomba, já incluídos todos os impostos, margem de lucro do refinador, dos distribuidores e revendedores. Já sabem quem vai pagar a diferença ? Eu sei. Nós.

    E há mais uma consideração a ser feita. O Biodiesel tem, em média , um poder calorífico que é 12% inferior ao do diesel e só por causa deste pequeno detalhe ele deve custar 12% menos. Infelizmente, não é o que está acontecendo e a população está sendo lesada, ou seja, pagando o mesmo preço ou até mais por um produto de qualidade inferior. Esta atitude tem um nome que a ética não me permite explicitar mas todos sabem o que é.

    Por outro lado querer salvar o Brasil e os demais países com biodiesel com um rendimento de 1.785 litros por hectare por ano, este é o dado que tenho no momento, também não dá. Dentro do atual consumo de derivados de petróleo, só no Brasil, a superfície plantada deveria ser de 745.100 km2 o que representa 8,72 % da área total.

    Isso para atender um consumo ridículo, onde só de petróleo são 1.800.000 bbls/dia, uma ração de fome para um gigante de 180 milhões de habitantes. Os EEUU consomem 20.000.000 de barris de petróleo por dia e é por isso que eles são o que são embora, em certos aspectos, eu não concordo. Os EEUU desperdiçam energia.

    Para termos uma ração de energia mais digna, os brasileiros deveriam consumir, no mínimo de 5 a 10 vezes mais do que consumimos hoje, o que exigiria 43,6% a 87,2 % da superfície do Brasil a ser cultivada por mamonas “assassinas” dendês, outras oleaginosas e a população a comer os galhos, as folhas e os gravetos das mesmas o que, em princípio e no meu modo de ver, não seria ruim. Dentro dos meus paradigmas, há coerência no que digo mas os senhores não estão entendendo coisa alguma. Dentro dos paradigmas atuais há uma contradição, mas vamos adiante que não é este o assunto.

    Para atender o atual consumo mundial de energia fóssil dos habitantes desta BOLA, algo ao redor de 68.000.000.000 barris por ano, a área exigida é de 45,27 % da área terrestre da BOLA. Dá para concluir que não dá para salvar a energia fóssil consumida pelos habitantes da BOLA com o biodiesel, sem pensar que o consumo de energia é cada dia maior.

    Assim sendo, o biodiesel é um programa utópico e representa mais uma mentira que está sendo imposta às sociedades brasileira e mundial. É como dizia o famoso Hélio Beltrão Ex-Ministro do Brasil e Ex-Presidente da Petrobras quando se referia ao álcool:

    ” A idéia do álcool é excelente, só que deixa um rombo incalculável na economia. ”

    O biodiesel, além de ser uma utopia, vai para o mesmo caminho, previsão convincente do Vicente.

  4. Adhemar Brandini disse:

    Muito oportuna a carta do Vedana ao Sr. Presidente. Excelentes as intervenções das duas cartas, mostrando a realidade da economia brasileira em todos os segmentos produtivos, e PRINCIPALMENTE no agronégócio, aqui incluído o agroenergético em suas fontes alternativas oriundas de diferentes biomassas.
    Críticas existem até com a cana-de-açúcar na produção de álcool, mas apesar dos opositores, vai muito bem, obrigado! No caso do Biodiesel, ou o governo muda sua Política em relação ao setor agrícola, ou o sistema perecerá. Deve-se tirar da Petrobras o monopólio da comercialização dos combustíveis alternativos provenientes de biomassas - fontes renováveis. A Lei deverá permitir a comercialização livre do biodiesel, álcool e gás metano, assim como um dia, nos idos da década de 1980, por decreto, autorizou-se a produção e uso de álcool em micro-destilarias. Manter o padrão é dever da ANP.
    Efetuadas as alterações na lei (aspectos políticos), deve-se seguir os aspectos TÁTICOS, isto é, os meios para que o biodiesel venha a ser uma realidade. Finalmente, jamais esquecer dos aspectos OPERACIONAIS para que o sistema seja efetivo, isto é, atinja seus objetivos. Ao pensar nas alterações necessárias, é oportuno lembrar que neste caso aplicar-se-ia muito bem os princípios da “engenharia reversa”. Começar mosntando um sistema operacional que funcione, para buscar os elementos táticos para manter tal sistema operante e, finalmente, adequar-se a legislação (políticas) para que o sistema seja sustentável - economica, ambiental e socialmente.
    Só assim poderemos dizer que teremos futuro no programa do Biodiesel, que vem desde os primórdios da década de 1980 e não decolou naquela época devido à queda brusca dos preços do petróleo no mercado internacional.
    Lembre-se que as matérias-primas - oleaginosas - são commodities, cujo valor no mercado internacional acabam por ditar os preços do produto final Biodiesel, e por isso mesmo, representar o sucesso ou o fracasso do empreendimento, sem que haja subsidio no processo.

  5. valdir Brandao disse:

    Univaldo, muito boa iniciativa. Agora, como disse o Oscar é preciso que êle leia e faça o que deve ser feito.É preciso que alguem tenha um tempo com o presidente, tempo com qualidade, sabe aquele tempo que a gente de vez em quando tem com os filhos sentados sozinhos e explicamos a êles o caminho adequado, e a mulher fica perto da porta rondando e ajudando quando as palavras faltam. Quem será o nosso emissario heim ???. äs vezes fico pensando se nao estaria faltando este personagem, este amigo, este sincero e correto companheiro, este PAI isento de necessidades politicas.Sabe aquelas conversas de fim de semana com os amigos onde se tem aquele papo sincero, puxões de orelhas bem diretos, outros sutís que ficam ardendo semanas, meses inteiros nos ajudando a contar até dez antes das decisões. Univaldo papo fiado este meu né ??? êle já está noutra né ??? êle é o PReSIDENTE DA REPUBLICA eleito por 60% dos brasileiros e pronto. abs. Valdir brandao

  6. Edgardo Lozada disse:

    Caro Vendana,achei muito oportuna sua mensagem ao Mandatário do nosso país. Acredito que por situações diversas, inclusive sobre a preocupação na reeleição, o Sr. Presidente deixou de focar sobre o programa Biodiesel. Sem dúvida, muitas ações ainda tem que ser implementadas para que o programa decole,tributárias, logísticas e burocráticas, pricipalmente, um dos entraves para investimentos estrangeiros. Mais quatro anos que surgem como uma alvanca para mover todo o programa, inclusive a nível global, haja vista investimentos vindos além fronteiras. Nossos empresários estão mais uma vez abraçando a causa, acreditando e tendo a certeza que dará certo, isso é deverás muito importante, pois quando a flecha e lançada, o objetivo é acertar o alvo. Todos nós estamos nessa missão, aguardando a compasso de espera mais ações práticas, que possam agilizar sobremaneira a concretizar e acertar esse objetivo. Afinal somos os primeiros, “quem chega primeiro, bebe água limpa”, certo? diz o ditado. Vamos ser os primeiros????

  7. Jorge Rodrigues Belfort Filho disse:

    Prezado senhor

    Para começar qualquer programa é necessário uma análise do que , com o que , que local , com quem , para quem , qual custo final,
    1 - Biodiesel
    2 - Tipo de matéria prima ou matérias primas factíveis qual volume produzido
    3 - Locais estratégicos e logísticos que possam ter formas de abastecimento e entregas definidas , agua, energia ,meio ambiente , acessos ao mercado
    4 - Quem abastecerá , qual o volume ofertado , quem processará , qual capacidade , qual estrutura possui
    5 - Qual ou quais serão os destinatários dos produtos do processo
    6 - Com que custo final saírá esse produto

    Isso é apenas uma parte . A outra é prestar atenção no mercado de ofertas de usinas , microusinas , e tantas outras formas de impor a quem desconhece, processos fabris, algo que poderá trazer mais problemas que benefícios.
    Empresas sérias , consolidadas , ou outras bem intencionadas serão bem aceitas . Creio porém que vossa estrutura e teu pessoal com conhecimento técnico , aparentemente preparados , deveria começar a dismistificar esse mercado.
    Problemas ambientais , de saúde do trabalhador rural ,direcionamento de resíduos industriais, e tantos outros , precisam e devem ser levantados por quem deseja realmente investir num programa semelhante.
    Biodiesel ou qualquer outro produto industrializado não pode ser vendido para leigos , com promessas de produção que certamente serão frustradas e frustrantes.
    Preparar kits fracionados e colocar no mercado para vender , seria para minha pessoa , com 35 anos de agroindústria , no setor de oleaginosas , uma forma muito fácil de ganhar dinheiro. No entanto , cada vez que sou chamado para explicar algo a respeito da produção desse produto, me deparo com erros de montagem , processos e principalmente com o despreparo das equipes/líderes de equipes.

    Ajudem , com vossa capacidade de comunicação , a eliminar estes problemas .
    Façamos algo sério e com competência , para que num futuro próximo não haja arrependimentos.
    Não deixem falsas promessas ganharem corpo , cortem o mal no começo , vamos ser sérios naquilo que pretendemos para o nosso País.
    Pretendemos viver muito tempo aínda, e envelheceremos sabendo que participamos de algo grandioso, contribuíndo com o melhor do nosso conhecimento técnico em prol da sociedade.

    Atenciosamente

    Jorge Belfort

    43 3251 6141 - ou 43 9161 1320 .
    Assessoria para Desenvolvimento de Processos Agroindustriais

  8. Magnus de Senna disse:

    O PROGRAMA NACIONAL DO ÁLCOOL

    O Brasil, na qualidade de paraíso da biomassa, implementou o Programa Nacional
    do Álcool - PNA para abastecer com o etanol, de forma extensiva, veículos movidos à
    gasolina na década de 80.

    A motivação original do direcionamento do álcool para fins carburantes no Brasil
    foi a crise no mercado internacional do açúcar, que coincidentemente aconteceu

    quando o cenário era da escassez de petróleo, e já se sabia, de experiências antigas da qualidade do etanol como combustíveis de motores de ignição.

    Entre alguns acertos no meio de vários erros, o PNA apresentou um saldo positivo,

    pois as metas, apesar de muito ambiciosas, foram atingidas e superadas, demonstrando,
    sobretudo, o valor das potencialidades da biomassa no Brasil. Lamentavelmente, o alcool é um combustível de elite, pois se destina a veículos leves, de passeio, e ademais, houve uma exagerada invasão da fronteira agrícola alimentar pelos supe r extensivos canaviais. A proliferação, perversa e indiscriminada, da figura do “bóia fria” descompromissada das responsabilidades sociais, foi um outro ponto fraco relevante do Pró Álcool.

    Contudo não se pode trazer estes aspectos para o cenário atual do Biodiesel porque são questões diferentes e os tempos são outros, não existe crise de abastecimento, e muito pelo contrário, a idéia não é substituir o diesel fóssil pelo biodiesel, a intenção é adcionar fazendo com que diminuam as emiões dos gases nocivos a camada de ozônio.

    Agora, os “paradigmas” citados pelo “jovem” Vicente Lassandro Neto não se enquadra nesta época em que vivemos, mas sim na época da ditadura militar!

    Existem muitos problemas e correções para serem resolvidos, porém a capacidade intelectual envolvida no processo de desenvolvimento das tecnologias é farta e deve aumentar a medida que as discussões se estendem e interferem nos mais diversos variados setores da economia mundial.

    Apoio e tenho como louvável a carta enviada ao Sr. Presidente Lula, este é o caminho para continuarmos nossa estadia na Terra!

    Parabéns

  9. Democrata disse:

    Parabéns pelo texto Univaldo! é coerente e muito oportuno.

    Mas o que mais me divertiu foi o cometário do “Vicente, o convincente”

    O Vincente em seu texto vai contra todos os estudos sobre aquecimento global, dizendo que o Gás carbônico faz bem ao planeta e reduz o aquecimento global. Opinião parecida sobre o assunto só a do grande intelecutal norte americano George W. Bush.

    As piadas do inconVincente são ótimas. As minhas preferidas são a de que o petróleo não vai acabar e que buscar alternativas para o petróleo são “perda de tempo e gasto inútil de recursos.”

    Vou rir muito desses cometários durante os próximos dias…

    Mais uma vez parabéns pela carta e LULA, LEIA A CARTA COM ATENÇÃO!!!

  10. AMIUNIDOS (Freire) disse:

    Parabéns pelo texto Univaldo! é coerente e muito oportuno.
    é a febre do momento o BIOCOMBUSTIVEL, que para o cressimento do pais teve a iniciativa do presidente atul e futuro presidente, e vece teve ainiciativa da carta.
    eu moro em um pre-assentamento no Distrito Federal e nosso plano tambem é plantação de mamona (biocombustivel)estamos acreditando nesse futuro.

  11. Fernando Chaves Lins disse:

    Parabéns! Encaminhei também ao futuro governador de Pernambuco, Eduardo Campos, proposta semelhante para se aprimorar o sistema de produção, substituindo-se, por exemplo, a mamona pelo pinão manso. Executo um projeto com apoio do Bid para diversificação da zona da mata com o urucum. O Programa, chamado Promata, condicionou os recursos para assistência técnica e capacitação de agricultores familiares a existencia de um agente de negocio com compromisso de aquisição da matéria prima e atuação junto a cadeia produtiva e entidades que possam interagir em benefício da atividade. Sugeri que fosse tentado junto ao BID a mesma estratégia para o biodiesel nas regiões vocacionadas do agreste sertão, onde o pinhão manso tem maior potencialidade. Não seria viável que os estados vocacionados para a produção do biodiesel fizesse o mesmo, ou seja complementando a sua proposta junto ao Presidente da República?

  12. Adelson Nascimento Oliveira disse:

    Vedana, oportuna sua carta ao nosso dignissímo presidente, o qual eu sinceramente acredito que vá fazer uma boa administração, é evidente que alguns de seus mensageiros (pois não acredito que o próprio presidente irá ler a sua carta)irá transmitir o recado e diferentemente de alguns pessímistas, inclusive americanizados que parece querer cada vez mais a desgraça do nosso País, eu acredito que irá funcionar o programa do biodiesel.

  13. Luiz Carlos de lima disse:

    Parabens, a carta aberta ao Presidente Lula, foi importante pois é necessário que tudo seja avaliado com “pe no chão” sem utopias, muitos empresários e produtores rurais já estão acreditando na idéia do Biodiesel, para gerar renda a muitos brasileiros, e, sem dúvida a pior coisa que existe é acreditar e depois ver que tudo foi por água abaixo, portanto friso mais uma vez “PÉ NO CHÃO”.
    Por outro lado lamento a opinião do Vicente não convincente, se não quer contribuir, não atrapalhe, acho que deve mudar de planeta., sem dúvida a cada dia aparece sempre mais um…

  14. Arlindo M. Freire disse:

    At. Univaldo

    Muito bem, a Carta Aberta é um grande documento em favor do biodiesel - dando oportunidade para que outros interessados neste assunto manifestem as suas esperanças sobre a questão.

    Aqui vai uma sugestão: a Carta Aberta deve ser acompanhada no plano de sua repercussão em Brasília e outros setores, para que assim possamos ter a sua avaliação.

    Solicito mais esclarecimento sobre a BiodieselBr - sua pessoa jurídica, objetivos e quem dirige seus trabalhos.

  15. Ana Maria disse:

    É louvável suas intenções na carta aberta ao Presidente Lula, nela está relatado a fala de todo povo brasileiro. Povo que aprendeu a ser persistente, e “não desistir nunca”,
    superar obstáculos, vencer em meio as crises pessoais, profissinais, governamentais e mundiais. Pena que muitos investidores despejem seus recursos em outros lugares deixando seu país a mercê da sorte. Além do solo, matas, reservas de água como guarany, somos muito mais, muito mais…somos um povo forte, inteligente, estratégico. Com ou sem utopia, não podemos ficar alheios às realidades e às
    necessidades do futuro para nosso país e para o mundo.
    Enfim, essa carta Sr.Vedana tem que ser mais que aberta, não só ao Presidente. Cada cidadão brasileiro que tem sua parcela de responsabilidade nesse e em outros projetos. Ou não?

  16. Vicente Lassandro Neto disse:

    Prezados Srs. Magnus de Senna e Democrata

    Só estou fazendo esta análise pelo fato de meu nome ter sido citado em seus comentários.

    Em primeiro lugar quero informar ao Sr. Magnus que, embora o Sr. tenha me tratado, ironicamente, por “jovem” eu tenho 68 anos, trabalho há 42 anos, aposentadoria é uma palavra que não existe em meu dicionário mas sou, REALMENTE, jovem, principalmente, em idéias.

    Em segundo lugar quero adiantar aos Srs. que o assunto em questão é TÉCNICO e com TÉCNICO, ele só abriga dois comentários.

    Ou o que digo está certo ou está errado. Se está certo, ótimo. Se está errado, o contestador terá que dizer porque está errado e dizer qual é o certo. Caso contrário, vamos ficar discutindo o sexo dos anjos, COM CONTESTAÇÕES EMOTIVAS, e não chegaremos a lugar algum.

    Tanto o Sr. Magnus como o Sr. Democrata se enquadram, sem demérito algum para ambos, no rol daquelas pessoas que receberam um ensinamento errado, não contestaram, não estudaram o assunto e querem, agora e emotivamente, contestar o que eu digo. Lhes afianço que não é este o caminho.

    Apesar de não ter entendido o que o Sr. Magnus quis dizer sobre paradigmas, quero lhe dizer que paradigmas existem a todo momento e em qualquer regime político.

    Quero informar, também, ao Sr. Democrata que tanto os EEUU como a Austrália não aderiram ao equivocado e imbecil Protocolo de Kyoto, não porque seus dirigentes saibam que a atitude deles é correta em relação ao meio ambiente mas é porque este protocolo vai colocar um freio nas economias dos países e, quem sabe, o Sr. ou eu poderemos ser as próximas vítimas ao perdermos o nosso trabalho.

    Pelas afirmações do Sr. Democrata, concluo que ele é um privilegiado pois aprendeu sorrindo e nunca mais vai se esquecer do que leu no Biodiesel. Divulgue, para o bem da humanidade e em forma de piada, estes novos ensinamentos.

    Há muito mais coisas para se falar sobre o assunto mas não é este o local mais adequado.

    Caso os Srs. desejarem saber mais detalhes s sobre petróleo e meio ambiente, basta me enviar seus e mails ou telefone que poderemos, apoiado em evidências materialísticas, conversar melhor e trocar idéias sobre o assunto.

    É, SIMPLESMENTE, FASCINANTE E REVOLUCIONÁRIO
    AS IDÉIAS BRIGAM, AS PESSOAS NÃO

    Meu e mail é [email protected] e meu telefone é 71 XX 3350-4252.

    Abraços a ambos e aos demais leitores do Biodiesel

  17. Vicente Lassandro Neto disse:

    Prezado Luiz Carlos de Lima

    Não havia notado, em seu comentário, a citação de meu nome e a análise que eu fiz aos comentários dos Srs. Magnus e Democrata é extensiva ao Sr.

    No mais é isso aí e abraços a todos

  18. Cristóvão S. Cavalcante Filho disse:

    Gostaria de parabenizar o Sr. Univaldo Vedana pela carta aberta ao Sr. Presidente da Republica, mostrando aos brasileiros que existem pessoas sérias no país preocupadas com nosso desenvolvimento.
    Com relação ao futuro do biodiesel eu tenho certeza que daqui a 10 anos será uma matriz energética consolidada no mundo. Para que o Brasil seja um dos lideres deste mercado promissor na minha modesta opinião acho que nossos governantes (Presidente, Governadores,Prefeitos e Legisladores)poderiam dar uma única contribuição que seria de uma extraordinaria valia para o setor do biodiesel, que seria mexer na questão tributária sobre toda a cadeia produtiva do biodiesel. Se não for possivel a isenção, que se faça ao menos uma redução significativa nos tributos, porque os beneficios sociais serão imensamente maiores que os beneficios tributários. Se os governantes tiverem esta percepção com certeza o suçesso do biodiesel estará assegurado e o restante a iniciativa privada os grandes, medios e pequenos produtores rurais faram com a capacidade e o profissionalismo que em varias outras oportunidades ja demonstraram ter.

    Cristóvão S. Cavalcante Filho

  19. Isaque Hoegen disse:

    Parabens pelo texto, Univaldo.Propostas séria devem ser encaminhadas a quem tem poder de desisão, e novos métodos devem ser aprimorados, gostei.

  20. vadinho braz disse:

    parabens pela carta ao presidente.é preciso alertar as autoridades da realidade dsas politicas em andamento,principalmente quando há problemas a serem sanados.tambem tenho tentado acompanhar de perto a evolução dos projetos.bom jesus das selvas-ma, está entrando e eu estou aoproveitando as informações obtidas no seu blog para orientar e debatewr com o pessoal da brasilecodiesel que quer implantar o cultivo de mamona por lá.meu objetivo maior é mostrar aos pequenos produtores a importância do cooperativismo.

  21. Arlindo M. Freire disse:

    AT. Vedana

    O blog Biodieselbr está muito bom - bem organizado, atuante e oportuno.
    Acredito que o trabalho na sua elaboração é estafante, mas, é assim mesmo: luta, luta e luta.
    Lamento não poder ser assinante do blog - o custo, aqui, ficaria muito elevado, tendo em vista outros compromissos com Internet e companhia.
    Mesmo assim - arranco dele o que posso. Estou fazendo meu dossier de matérias acerca de Pinhão-Manso e copiando para alguns amigos.
    Aqui - outra sugestão: Biodieselbr poderia fazer com que a diretoria da ABPPM ampliasse o seu raio de ação para o Nordeste e outras regiões, mesmo considerando quem pretende plantar o Pinhão-Manso, nesta região?
    Biodieselbr ABPPM juntos poderiam ter mais força para fazer com que o Pinhão-Manso seja reconhecido e explorado em toidsa a dimensão do Nordeste Cabra da Peste.
    Se não houver um trabalho neste sentido - talvez os pequenos e médios produtores rurais fiquem à do seu caminho de recuperação.
    PV - examine isto e veja o que poderá fazer. Obrigado.arlindo.natal-rn.

  22. Jota Nascimento disse:

    Parabens! Sr. Univaldo Vedana
    É de grande visao e objetividade a sua carta, nao precisa de maiores esforços para uma analise profunda do que fazer para perpetuar esse programa.Se o Presidente da Republica tiver um pouco de interesse entrará para historia da bioenergia e com uma particularidade, assegurando o desenvolvimento economico das regioes mais pobres do País emprego e renda para o pequeno produtor, substituindo o bolsa familia pelo trabalho digno, desonerando o Estado, isso é que o nosso povo precisa. O mais importante é que todos os ventos sopram a favor, tem tudo pra deslanchar atingindo todas as classe produtoras grandes e pequenos de maneira horizontal, nao pode esquecer é de orientar os pequenos produtores para formarem associações ou cooperativas para lutar por igualdade de produçao e comercializaçao e nao correr o risco de ser engolido pelo grande produtor. Sr. Presidente esta é a sua oportunudade de perpetuar na memoria dos brasileiros.

  23. Antonio disse:

    Vou comentar o que o Arlindo sugeriu sobre A ABPPM, Associa,ão de prod. de pinhao manso.
    Arlindo esta associação não é seria, não conheço aquelas pessoas, mas digo isto tão somente pelas mentiras que estão colocadas no seu site. É de chorar vendo as previsões sobre lucros com o pinhão manso.
    Veja um…Se voce comprar o Kit 1.200 que na realidade são 1.200 sementes de pinhão em dois anos se voce VENDER todas as mudas terá um lucro de R$ 6.400.000,00 . Quem tem dinheiro para jogar fora se pode comprar um quilo de sementes por menos de R$ 100,00 e fazer 1.500 mudas. Alem disto as 1.200 sementes do Kit 1.200 custam cerca de R$ 650,00 ou seja o trouxa que compra kits deles pagam mais de R$ 1.000,00 o quilo e ainda o trouxa aparece na relação dos associados publicado no site, para todo mundo ver quem eles conseguiram enganar.
    Outra coisa…a asociação dos produtores tem sede na Freguesia do Ó em SP Capital, tem muito pinhão manso plantado na capital de SP?
    Mais. O que eles fizeram de importante até hoje em defesa dos produtores de pinhão manso.. Teve alguma assembleia, reunião, palestra promovida pela associação?
    A meu ver esta é uma asociação caça niquel, são estes espertinhos de plantão que querem ganhar dinheiro vendendo ilusão, e o pior é que encontram quem compra. Veja a relação no site deles, quantos já entraram….
    Produzir pinhão manso não é tão simples como eles falam…o buraco é mais embaixo, e tambem a produção que eles dizem de mais de 8.500 quilos por ha. é enganação.
    Me dá a impressão que eles nem conhecem um pé de pinhão manso, pois as fotos que estão no site deles foi copiado de outros na internet, a maior parte do site http://www.pinhaomanso.com.br, nem fotos proprias eles tem.

  24. Biodiesel-grandes oportunidades nessa alternativa real agrega valor aos produtos agrícolas depura e distancia o sem terra do articulador de invasões e mais a transgenia de royaltes de multinacionais perde o valor porque temos técnicos capazes no Brasil.

  25. Cláudio Lopes Pinheiro disse:

    Prezados senhores, gostaria de parabenizar os comentários feito na carta, mesmo sem entender se a carta era pra realmente elogiar as ações do Presidente a respeito do biodiesel ou se era uma crítica irônica, eu estou comentando a carta como forma de incentivo a atitudes como essa carta. Porém eu acho que no final das contas tudo se trata de dinheiro, todos os que comentam sobre o assunto pensam em como vão ganhar dinheiro com o biodiesel, até eu também, não sei quantos estão realmente preocupados com a situação daqueles que se encheram de esperança quando começaram as divulgações especulatívas a respeito do biodiesel bastante eleitoreiras, como será que eles estão, como será que estão aqueles que investiram os últimos recursos para plantar mamona e ficaram sem ter como vender, porque havia uma enorme propaganda sobre toda mamona que fosse plantada o biodiesel garantia a compra, como os senhores mesmo citaram, o Presidente quer entrar para história, o estado arrecadar mais, nós queremos fazer exelentes negócios com o biodiesel que é a bola da vez, mas os agricultores familiar, só querem sobreviver, ter esperança de uma vida melhor e em quanto o estado não intervir para administrar mais de perto os recursos e a comercialização da materia prima vinda deles, eles não serão diretamente beneficiados como a propagando dizia, aí vai uma sugestão, a Petrobras poderia investir um pouquinho dos milhões que ela arrecada todo ano em uma agência que ajude diretamente a esses pequenos produtores a viver dignamente “assim como a propaganda divulgou” eu também sou uma gota d’agua nesse oceano milhonário que não tenho acesso a grandes negócios porque não tenho dinheiro para cirandar, sou mais um inventor de um exelente processo de oxidação para efluentes, e tratamento de óleo bruto, que poderia trazer muita qualidade para as usinas de biodiesel e ajudaria muito o meio ambiente, porém fico assistindo igual a cachorro de rua em frente a uma máquina de assar frango.

  26. Ralph disse:

    A iniciativa do Governo Lula esta de parabens só espero que eles implementem essa politica a favor do pequeno produtor e pequeno industrial

    O Sr Verdana fez este comentario simplesmente para desmoralizar novas iniciativas , ja que não é do interesse dos poderosos (corporativistas ) que a tecnologia seja difundida como nas politicas dos EUA e Europa , por essa e outras motivos , o Brasil só vai alcançar sustentabilidade na produção quando simplesmente adequar a uma parte da frota de carros a motores diesel e liberar a produção e comercialização de biodiesel independente do capital social da empresa disseminando essa politica , ao mesmo tempo reduzindo as aliquotas. A própria iniciativa privada se adequa ao mercado pela lei da oferta e demanda mesmo porque a economia de escala não influencia tanto no preço do biodiesel , no caso do alcool infuência. Por isso mesmo uma pequena industria com a tecnologia atual pode ser adequada a pequenas propriedades rurais dentro das normas Europeias ou Americanas.
    Por que a Petrobras não fiscaliza os postos de gasolina que vendem solvente misturado na gasolina foram autuados mais de 600 postos.
    Tudo isso parece idealismo porem eles Poderosos querem ter o controle absoluto sobre a energia e os combustiveis e meios de produção , porque nós os humildes mortais não podem prospectar um futuro melhor participando dessas livres iniciativas , por gargalos politicos e burocraticos, só para lembrar a gasolina no Brasil é 3 x mais cara que nos EUA , o Brasil é autosuficiente ou não .

  27. Ralph disse:

    O Comentario acima se referia ao sr Vicente não senhor Verdana.

    O Sr Verdana esta de parabens pelo site e pela carta bem concisa realista otimista e determinada a melhorar as perspectivas da realidade Brasileira do mercado atual e futura.

    O sr Vicente do polo petroquimico , apesar de grande conhecimento , trata o biodiesel como um impecilio porque ainda não é um concorrente (por enquanto) a expansão e controle absoluto da Petrobras sobre a distribuição e refino do diesel.

    Po isso continuo vamos democratizar a economia e abrir o mercado distribuição produção e frota motores a diesel, chegou a vez dos pequenos multiplicando livre iniciativa concorrencia e gerando emprego e renda digna a 4 milhões de familias de pequenos agricultores sem perspectivas , Democracia de mercado tambem é o socialismo verdadeiro , estamos no seculo 21 só para lembrar.

    saudações

  28. isabella disse:

    mas poderia ter sido melhor

  29. Paulo disse:

    Gostei da sua carta Sr.Univaldo.
    Achei uma excelente ideia escrever sobre isso.

    você está de Parabéns!!!

    obs:acho eu que poderia ter sido melhor.Mais ta bom

    bjs!!!

  30. Jose Carlos disse:

    Na minha opinião o nosso presidente e o melhor dos ultimos tempos, mas precisa melhorar muito, diminuir impostos, taxa de juros, anistar dividas de impostos atrasados de pequenas empresas e pequenos produtores serios, que apesar de trabalharem como loucos, na maioria das veses não conseguem sair do vermelho, e não e falta de competencia, o sistema que não e favoravel, precisamos de uma injeção financeira,por exemplo, um milhão de real para cada pequeno imprendedor, com uma linha de credito simplificada com juros baixos e prasos longos, com certeza com uma politica favoravel todos irão pagar e o Brasil daria um grande salto. E com relação ao bio diesel e so copiar o projeto de São Jorge do Oeste do Parana, do governador Requião para todo o Brasil,o resto e trabalhar, trabalhar e sermos honesto. Obrigado Srs.

  31. Jose Carlos disse:

    So uma pergunta, porque a gasolina no paraguai e mais barata que a nossa se temos a maior empresa de petroleo do mundo? e la não tem petroleo, como explica isto?.

Deixe o seu comentário

Login