Disputa entre China e EUA está afetando o esmagamento de soja no Brasil

A vida não anda nada fácil para as esmagadoras de soja do Brasil. Pegas bem no meio do fogo cruzado da guerra comercial que está sendo travada por China e Estados Unidos, elas viram suas margens sendo corroídas ao longo do segundo semestre e, agora, estão tendo que amargar prejuízos se quiserem continuar a operar. Segundo um levantamento publicado há algumas semanas pela Bloomberg, alguns processadores vêm pisando no freio e reduzindo – ou paralisando – suas atividades a espera de condições mais favoráveis.

O texto acima é apenas uma breve introdução. Para ver esta página completa clique aqui e assine.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

Biodiesel direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal