Lucro líquido da ADM quase triplicou no 3º tri

A norte-americana ADM, uma das maiores empresas de agronegócios do mundo, informou na manhã desta terça-feira (06) que encerrou o terceiro trimestre do ano com lucro líquido de US$ 536 milhões. O resultado é quase três vezes melhor que em igual intervalo de 2017 – US$ 192 milhões.

Em comunicado, a multinacional creditou o resultado aos bons volumes e margens nas operações da América do Norte – inclusive à forte demanda externa por parte de outros mercados que não a China, que vive período de disputas comerciais com os EUA –, a um novo recorde na originação e no processamento de oleaginosas (sobretudo a soja), com participação da América do Sul (principalmente o Brasil) e à performance positiva da divisão de Nutrição, entre outros fatores.

Com o resultado do terceiro trimestre, o lucro líquido da ADM se aproxima de US$ 1,5 bilhão nos nove primeiros meses do ano, 85,3% mais que em igual intervalo de 2017.

Já as vendas globais chegaram a US$ 15,8 bilhões entre julho e setembro, quase US$ 1 bilhão a mais que no terceiro trimestre do ano passado, e somaram US$ 48,4 bilhões nos nove primeiros meses de 2018, aumento de 8,1% na mesma comparação.
 

Biodiesel direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal