Safra recorde e estoques abastecidos pressionam valores da soja

Os preços da soja e derivados estão em queda nos Estados Unidos e no Brasil, pressionados por expectativas de safra mundial recorde e pelos estoques alongados. A leitura é do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da USP.

Segundo pesquisadores do Cepea, no entanto, a queda nos valores brasileiros tem sido limitada pela valorização do dólar frente ao real que, além de aumentar a receita de vendedores, torna o produto nacional mais competitivo no mercado internacional.

No mercado físico brasileiro, o Indicador da soja Paranaguá ESALQ/BM&FBovespa, referente ao grão depositado no corredor de exportação e negociado na modalidade spot, no porto de Paranaguá (PR), caiu 1,3% entre 03 e 10 de março, fechando a semana ao valor de R$ 71,70 pela saca de 60 kg.

Diante de expectativas de safra abundante, compradores brasileiros consultados pelo Cepea estão cautelosos na aquisição de lotes grandes, negociando apenas o volume necessário para suprir a demanda de curto prazo. Produtores, atentos ao movimento de queda, acreditam em reversão da tendência, fundamentados no possível aquecimento da demanda e na valorização do dólar.

Biodiesel direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.