Abiove eleva projeção para a soja na safra 2017/18


A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) elevou nesse terça-feira (07) a sua projeção para a produção de soja em 2018. De acordo com a entidade, a próxima safra está estimada em 108,8 milhões de toneladas – aumento de 300 mil t em relação à projeção divulgado no início de outubro.

Embora seja um resultado bom – se for mesmo confirmado seria a segunda maior colheita da história da sojicultura nacional –, ele representa uma retração de 4,4% na produção em relação à apurada na safra 2016/17.

As projeções sobre o processamento se mantiveram inalteradas. A Abiove espera que 43 milhões de toneladas sejam esmagados em território nacional no ano que vem. Isso representa 39,5% da colheita brasileira do grão.

Trata-se de um avanço importante no nível de industrialização do grão em relação à temporada atual que deverá fechar com 41,5 milhões toneladas esmagadas – 36,5% da oferta total.

2017

Além da mudança nas perspectivas da soja para o ano que vem, também houve revisao em números da temporada 2016/17. Foi registrada elevação nas vendas externas do grão – de 64 para 66 milhões de toneladas – fazendo com que os estoques finais fossem reduzidos de 9,8 para 7,8 milhões de toneladas.

O consumo de farelo também teve sua projeção modificada atingindo 16,2 milhões de toneladas – 1,3% a mais que nas previsões de outubro. Já as exportações do derivado fizeram o caminho inverso recuando de 15,7 para 15,5 milhões de toneladas.

A receita de exportação do complexo soja foi aumentada de US$ 29,8 bilhões para US$ 30,5 bilhões.

Com adaptação BiodieselBR.com

Biodiesel direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.