ANP: Petrobras reduz participação nas importações de diesel em 2016

A participação da Petrobras nas importações de diesel pelo Brasil caiu de 83,6%, em 2015, para 15,8% em 2016, informou nesta quinta-feira a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). De acordo com a autarquia, a importação responde por cerca de 12% do mercado total de diesel do país, de 54,3 bilhões de litros no ano passado.

“O número [da queda] parece muito grande, mas temos que ver que é de uma fatia de mercado, de 12%. O abastecimento nacional é feito principalmente pelo diesel que é produzido no país”, afirmou a superintendente de abastecimento da autarquia, Maria Ines Souza, a jornalistas, após participar de seminário de avaliação do mercado de combustíveis, no escritório central da agência, no Rio.

Gasolina

Com relação à gasolina, a participação da Petrobras nas importações do combustível recuou de 83,7%, em 2015, para 15,8% em 2016.

Segundo a ANP, a importação responde por cerca de 8% do mercado total da gasolina, que alcançou 43 bilhões de litros em 2016. Segundo Maria Ines, o Ministério de Minas e Energia (MME) está liderando uma iniciativa, em parceria com a ANP e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), chamada de “Combustível Brasil”, para aprofundar estudos sobre os efeitos do reposicionamento da Petrobras, que tende a reduzir sua participação no mercado de combustíveis no Brasil.

A ideia, segundo ela, é avaliar o “que podemos fazer para suprir se houver um déficit de distribuição e revenda [de combustível] em alguma região do país”, destacou a superintendente. A iniciativa será divulgada em evento no próximo dia 20, em Sergipe.

Biodiesel direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.