Biodiesel

Grupo BrasilInvest confirma usina de biodiesel para Maracaju


Maracaju News - 20 dez 2007 - 12:32 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:23

A assinatura de um termo de acordo entre a BrasilInvest e o Governo do Estado do Mato Grosso do Sul, na tarde desta quarta-feira, confirmando os incentivos do ICMS a empresa, garantiu a instalação de uma usina de biodiesel em Maracaju e instalação de uma Usina de Álcool e Energia em Rio Brilhante - MS. Os dois empreendimentos representam um investimento de R$ 616 milhões.

Com a assinatura deste termo, o Presidente do Grupo BrasilInvest, Mario Garnero, confirmou que a usina a ser instalada em Maracaju, terá o lançamento de sua pedra fundamental em 13 de fevereiro, na abertura do Showtec com a presença do Governador André. Garnero anunciou ainda que juntas, as duas usinas de Maracaju, irão produzir 100 mil toneladas de biodiesel. “Na oportunidade será anunciado o inicio do processo da criação da BrasilInvest Agrícola que já conta com 750 produtores de soja e girassol na região. Eles estarão preparando a matéria prima consolidando a parceria com a empresa” observa.

Durante a assinatura, o governador comentou sobre os projetos de logística que estão sendo estudados na região de Maracaju (MS). O principal deles é a construção da ferrovia que vai ligar Maracaju-Dourados-Cascavel, dando acesso ao Porto de Paranaguá, no Paraná. O trecho tem cerca de 650 quilômetros e investimento previsto de R$ 850 milhões. A ferrovia ligará dois estados produtores de grãos e também fará entroncamento com a Hidrovia Tietê-Paraná, diminuindo o tráfego intenso de caminhões na rodovia BR-163 e encurtando o caminho até o Porto de Paranaguá. “Hoje Maracaju está em uma situação geográfica privilegiada e com a construção da ferrovia tornará mais viável nossa exportação”, ressaltou Puccinelli.

O município irá disponibilizar 100 hectares para instalação da indústria. Para o Prefeito de Maracaju, Maurílio Azambuja, a diversificação da economia será evidente com a disponibilidade de 200 novos postos de empregos diretos no município “O biodiesel poderá ser extraído do soja, girassol e crambe. É uma opção para o produtor rural agregar valor.” Completa.

Segundo o Prefeito Maurílio, 689 pessoas já foram qualificadas no ano de 2007 e os cursos terão continuidade em 2008. “Junto com a secretaria de Desenvolvimento planejamos ações que caminharão junto com as transformações por que nosso município irá passar deste momento em diante”, finaliza.

O deputado Estadual Reinaldo Azambuja lembra que o compromisso com o desenvolvimento do Estado e a retomada de seu crescimento começa no agronegócio. “Esta é mais uma etapa que passamos na busca pela transformação da matriz econômica do Estado. Em Maracaju teremos significativas mudanças. Para isso o município está se preparando, qualificando pessoas e esse é o caminho para que estas transformações tragam resultados positivos a cada nova fase”. Completa.

Também participaram da reunião o deputado Estadual Márcio Fernandes (PSDB) – autor do projeto de lei que dispõe sobre o programa ambiental de produção sul-mato-grossense de biodiesel -, a secretária de Produção, Tereza Cristina Corrêa da Costa, o prefeito de Maracaju, Maurílio Ferreira Azambuja (DEM) junto de seus secretários de Obras, Napoleão Neto e de Desenvolvimento Paulo Koster.

Kelly Venturini