Espera do biodiesel faz crescer produção de girassol em 36%

A produção de girassol vai crescer 36% na safra de 2006 no Brasil. Os dados são da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), com base em informações de empresas produtoras de sementes. Em 2005 eram 95 mil hectares de área plantada e para 2006 a previsão é de que a planta seja cultivada em 130 mil hectares.

O aumento, segundo o pesquisador César de Castro, da Embrapa Soja, é decorrente da expectativa de crescimento da demanda pelo biodiesel. Até 2008, o diesel vendido no Brasil deverá ter em sua composição 2% de biodiesel, o que vai aumentar a procura pelo produto. “Do girassol se extrai cerca de 45% de óleo de cada planta, que é utilizado na produção do biodiesel”, diz o pesquisador.

Um dos fatores que contribuem para a popularização do cultivo da oleaginosa é a fácil adaptação às condições climáticas de várias regiões. “O mais importante é respeitar a época mais adequada para o plantio”, contou Castro.

Oportunidade

Maria Regina Ungaro, pesquisadora do IAC (Instituto Agronômico de Campinas), disse que o girassol é uma das melhores alternativas de cultivo na região sudeste para os produtores interessados em se adequar ao mercado de biodiesel.
Segundo Maria Regina, a planta só não se adapta bem em solos com baixa acidez. Também interfere na produtividade o plantio em época errada, quando há chuva ou frio excessivos. A área indicada para cultivo do girassol, é de 50 hectares.

César de Castro, da Embrapa, disse que uma tonelada de grão de girassol produz cerca de 450 quilos de óleo de girassol.

Segundo ele, o preço médio aproximado de sementes de girassol a serem plantadas em um hectare é R$ 90 e a saca de 60 quilos de girassol chega a ser vendida no atacado por US$ 12.